a modernização do processo de fabricação de açúcar em pernambuco, no século XIX: a contribuição dos engenhos centrais

MÁRCIO JORGE PORANGABA COSTA

Resumo


Este trabalho apresenta, em seus aspectos básicos, as principais características dos engenhos centrais instalados na Província de Pernambuco, em fins do século XIX. Chama–se atenção para a crise da agroindústria açucareira e a alternativa encontrada pelo Governo para superá-la. Abordam-se os procedimentos indispensáveis à implantação desses empreendimentos. Discute-se o seu funcionamento, bem como as

razões da falência dos mesmos. Conclui-se que, em Pernambuco, ao contrário do que ocorreu em outras regiões produtores de açúcar, os engenhos centrais fracassaram, sobretudo os pertencentes a duas concessionárias inglesas, devido à ocorrência de vários fatores, tanto de ordem técnica administrativa, como principalmente estruturais.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.28998/repd.v1i3.99