Reação de cultivares de coentro ao nematoide das galhas

Guilherme Matos Martins Diniz, José Luiz Sandes de Carvalho Filho, Luiz Antônio Augusto Gomes, Cleiton Lourenço de Oliveira, Wantuir Filipe Teixeira Chagas, Lucas da Silva Santos

Resumo


O controle do nematoide das galhas em diversas culturas tem sido feito com a utilização de produtos químicos. Porém, a utilização de cultivares resistentes para diversas espécies de olerícolas tem mostrado ser uma importante alternativa no controle deste patógeno. O objetivo dessa pesquisa foi de avaliar a reação de cultivares de coentro para resistência a Meloidogyne incognita, raça 1 e 3, e ao Meloidogyne javanica. O experimento foi conduzido em casa de vegetação nas dependências da HortiAgro® Sementes Ltda., em Ijaci, MG, de outubro a dezembro de 2011. Foram avaliadas seis cultivares de coentro: Português, Tabocas, Tapacurá, Verdão, Palmeira e HTV-9299, em três tipos de inóculo, M. incognita, raça 1 e 3, e M. javanica. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com seis repetições para cada inóculo. Foram avaliadas as características: número de massa de ovos, número de ovos, o fator de reprodução (FR). A partir dos valores de FR obtidos, avaliou-se a reação da cultivar, em que FR ≤ 1,0 = hospedeiro pouco ou não eficiente; FR > 1,0 = hospedeiro eficiente e a sua caracterização, como a resistência a M. incognita, raça 1 e 3, e M. javanica.  É viável a caracterização de cultivares de coentro para resistência aos patógenos com a utilização das características incidência de galhas, o número de galhas, o número de massas de ovos e número de ovos. As cultivares foram suscetíveis a M. incognita raça 1 e resistentes a M. incognita raça 3 e M. javanica. A seleção de plantas com notas 1 e 2 dentro das cultivares para todas as características estudadas proporcionará a obtenção de cultivares com níveis de resistência superiores.

 


Texto completo:

PDF

Referências


Alves, E. U.; Oliveira, A. P.; Alcântara, R. L.; Sader, B. R.; Alves, A. U. Rendimento e qualidade fisiológica de sementes de coentro cultivado com adubação orgânica e mineral. Revista Brasileira de Sementes. 2005, 27, 132-137.

Bertini, C. H. C. de M.; Pinheiro, E. A. R.; Nóbrega, G. N.; de Lima Duarte, J. M. Desempenho agronômico e divergência genética de genótipos de coentro. Revista Ciência Agronômica. 2010, 41, 409-416.

Bitencourt, N. V.; Silva, G. S. Reprodução de Meloidogyne enterolobii em olerícolas. Nematologia Brasileira, 2010, 34, 181-183.

Boneti, J. I. S.; Ferraz, S. Modificação do método de Hussey & Barker para extração de ovos de Meloidogyne exigua de raízes de cafeeiro. Fitopatologia Brasileira. 1981, 6(3), 553.

Carvalho Filho, J. L. S.; Gomes, L. A. A.; Silva, R. R.; Ferreira, S.; Carvalho, R. R. C.; Maluf, W. R. Parâmetros populacionais e correlação entre características da resistência a nematoides de galhas em alface. Revista Brasileira de Ciências Agrárias. 2011, 1, 46-51.

Carvalho Filho, J. L. S.; Gomes, L. A. A.; Westerich, J. N.; Maluf, W. R.; Campos, V. P. Caracterização de famílias F4 de alface de folhas lisas quanto à homozigose para resistência à Meloidogyne incognita. Revista Brasileira de Agrociência. 2007, 13, 336-342.

Costa, A. F. Farmacognosia. Lisboa: Fundation Calouste Gulbenkian, 2002, 6, 1031.

Da Silva, G. O.; Pinheiro, J. B.; Vieira, J. V.; de Carvalho, A. D. Seleção para resistência de genótipos de cenoura aos nematóides-das-galhas. Horticultura brasileira. 2011, 29, 335-341.

Eisenback, J. D.; Sasser, J.; Carter, C. Diagnostic characters useful in the identification of the four most common species of root-knot nematodes (Meloidogyne spp.). An advanced treatise on Meloidogyne, North Carolina State University Graphics. 1985, 1, 95-112.

Ferreira, S.; Gomes, L. A. A.; Gasparino, C. F.; Carvalho Filho, J. L. S. de.; Maluf, W. R.

Caracterização de famílias F2:3 de alface para resistência ao nematoide das galhas. Revista Agrogeoambiental 2013, 2: 35-42.

Freitas, L. G.; Oliveira, R. D. L.; Ferraz, S. Introdução à Nematologia. UFV, Viçosa. 2001, 83.

Hunt, D. J.; Handoo, Z. A. "Taxonomy, identification, and principal species". In Roland N. Perry, Maurice Moens & James L. Starr. Root-knot Nematodes. CAB International. 2009, 55–97.

Kanayama, F. S.; Sera, G. H.; Sera, T.; Mata, J. S. da.; Ruas, P. M.; Ito, D. S. Progênies de Coffea arabica cv. IPR 100 com resistência ao nematoide Meloidogyne incognita raça 1. Ciência e Agrotecnologia. 2009, 33, 1321-1326.

Maluf, W. R. Resistência a nematoides das galhas Meloidogyne spp. em espécies olerícolas. In: Zambolin, L.; Ribeiro-do-Vale, F. X. Resistência de Plantas a Doenças. Fitopatologia Brasileira. 1997, 30: 57-63.

Melo, R. A.; Menezes, D.; Resende, L. V.; Wanderley Júnor, L. J. G.; Melo, P. C. T.; Santos, V. F. Caracterização morfológica de genótipos de coentro. Horticultura Brasileira. 2009, 27, 371-376.

Nascimento, W. M.; Pereira, R. S. Coentro: a hortaliça de mil e uma utilidades. Horticultura Brasileira 2005, 23(3).

Oliveira, A. P.; Alves, E.U.; Alcâtara, RL; Sader, BR; Alves, A. U. 2006. Produção e qualidade fisiológica de sementes de coentro em função de doses de nitrogênio. Revista Brasileira de Sementes. 2006, 28, 193-198.

Oliveira, C. D. D.; Braz, L. T.; Santos, J. M. D.; Banzatto, D. A.; Oliveira, P. R. D. Resistência de pimentas a nematoides de galha e compatibilidade enxerto/porta-enxerto entre híbridos de pimentão e pimentas. Horticultura Brasileira, Brasília 2009, 27, 520-526.

Oliveira, G. H. F.; Santana, S. E. R. E. A.; Fonseca, R. C. N.; de Lima, L. E.; Gomes, L. A. A.; de Carvalho Filho, J. E. L. S. Meloidogyne incognita resistant strains of leaf lettuce. African Journal of Agricultural Research, 2015, 10: 4660-4667.

Oostenbrink, M. Major characteristics of the relation between nematodes and plant. Meded. Landbouw. 1966, 66, 1-46.

Pereira, R. S.; Muniz, M. F. B.; Nascimento, W. M. Aspectos relacionados à qualidade de sementes de coentro. Horticultura Brasileira. 2005, 23, 703-706.

Pinheiro, J. B.; Reifschneider, F. J.; Pereira, R. B.; Moita, A. W. Reação de genótipos de Capsicum ao nematoide-das-galhas. Horticultura Brasileira. 2014, 32, 371-375.

Queiróz, C. D. A.; Fernandes, C. D.; Verzignassi, J. R.; Valle, C. B. D.; Jank, L.; Mallmann, G.; Batista, M. V. Reaction of accessions and cultivars of Brachiaria spp. and Panicum maximum to Pratylenchus brachyurus. Summa Phytopathologica. 2014, 40, 226-230.

Reis, A.; Satelis, J. F.; Pereira, R. S.; Nascimento, W. M. Associação de Alternaria dauci e A. alternata com sementes de coentro e eficiência do tratamento químico. Horticultura Brasileira. 2006, 24, 107-111.

Rocha, F. S.; Muniz, M. F. S.; Campos, V. P. Coloração de fitonematoides com corantes usados na indústria alimentícia brasileira. Nematologia Brasileira. 2005, 29(2), 293-297.

Rosa, J. M.; Westerich, J. N.; Wilcken, S. R. S. Reprodução de Meloidogyne javanica em olerícolas e em plantas utilizadas na adubação verde. Tropical Plant Pathology. 2013, 133-141.

Santos, H. S.; Scapim, C. A.; Maciel, S. L.; Vida, J. B.; de Freitas Schwan-Estrada, K. R.; Brandão Filho, J. U. T. Patogenicidade de Meloidogyne javanica em alface em função do tamanho de células de bandeja e idade de transplante das mudas, Acta Scientiarum Agronomy. 2008, 28: 253-259.

Silva, M. A. D.; Coelho Júnior, L. F.; Santos, A. P. Vigor de sementes de coentro (Coriandrum sativum L.) provenientes de sistemas orgânico e convencional. Revista Brasileira de plantas medicinais. 2012, 14, 192-196.

Taylor, A. L.; Netscher, C. An improved technique for preparing perineal patterns of Meloidogyne spp. Nematologia. 1974, 20, 268-269.




DOI: http://dx.doi.org/10.28998/rca.v16i1.3727