SUBSTRATOS E TAMANHOS DE RECIPIENTE NA PRODUÇÃO DE MUDAS DE BARUZEIRO (Dipteryx alata Vog.)

Erika Katianne Costa Pinho, Annanda Nicole Kasper Lopes, Ana Claudia Costa, Aline Borges Vilela Silva, Flávia Caroline Moreira Vilar, Rodrigo de Goes Esperon Reis

Resumo


O baruzeiro (Dipteryx alata Vog.) é uma árvore frutífera da família Leguminoseae disseminada no Bioma Cerrado, que apresenta vários aspectos de interesse econômico (madeira, frutos, sementes), porém, a exploração da espécie ainda é extrativista, sendo as pesquisas relacionadas à propagação fundamentais para o seu cultivo comercial. O presente trabalho teve como objetivo avaliar diferentes substratos e tamanhos de recipiente na produção de mudas de baruzeiro (Dipteryx alata Vog.). O experimento foi conduzido no Viveiro de Mudas da Universidade do Estado de Mato Grosso – UNEMAT, no município de Nova Xavantina – MT, no período de junho a julho de 2017. O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados (DBC), em esquema fatorial 3 (substratos) x 2 (tamanhos de recipiente), com seis tratamentos, quatro repetições e dez plantas por parcela. Os tratamentos foram: T1 - solo + recipiente de 3,8 dm³; T2 - solo + recipiente de 1,8 dm³; T3 - solo e esterco bovino + recipiente de 3,8 dm³; T4 - solo e esterco bovino + recipiente de 1,8 dm³; T5 - substrato comercial + recipiente de 3,8 dm³; T6 - substrato comercial + recipiente de 1,8 dm³. As características agronômicas avaliadas foram: altura de plantas, diâmetro do caule, número de folhas e folíolos, massa fresca e seca da parte aérea e do sistema radicular e índice de qualidade de Dickson. De acordo com os resultados obtidos, houve diferença estatística entre os recipientes avaliados apenas para a característica altura de planta, destacando-se aquelas produzidas em recipientes menores (1,8 dm³). Com relação aos substratos, verificou-se maior crescimento das mudas nos tratamentos contendo apenas solo e substrato comercial, podendo ser utilizados na produção de mudas de baruzeiro.


Texto completo:

PDF

Referências


Ajjala, A. C. A.; Volpe, E.; Vieira, M. C.; Zárate, N. A. H. Produção de mudas de baru (Dipteryx alata Vog.) sob três níveis de sombreamento e quatro classes texturais de solo. Revista Brasileira de Fruticultura. 2012, 34, 888-896.

Bardiviesso, D. M.; Maruyama, W. I.; Reis, L. L.; Modesto, J. H.; Rezende, W. E. Diferentes substratos e recipientes na produção de mudas de guabiroba (Campomanesia pubescens O. Berg). Revista Científica Eletrônica de Agronomia. 2011, 18, 52-59.

Canesin, R. C. F. S.; Corrêa, L. S. Uso de esterco associado à adubação mineral na produção de mudas de mamoeiro (Carica papaya L.). Revista Brasileira de Fruticultura. 2006, 28, 481-486.

CONAB-Companhia Nacional de Abastecimento. Baru (amêndoa). 2015. Disponível em:. Acesso em 20 out. 2017.

Costa, E.; Dias, J. G.; Lopes, K. G.; Binotti, F. F. S.; Cardoso, E. D. Telas de sombreamento e substratos na produção de mudas de Dipteryx alata Vog. Floresta e Ambiente. 2015, 22, 416-425.

Costa, E.; Oliveira, L. C.; Espírito Santo, T. L.; Leal, P. A. M. Production of baruzeiro seedling in different protected environments and substrates. Engenharia Agrícola. 2012, 32, 633-641.

Costa, E.; Leal, P. A. M.; Rego, N. H.; Benatti, J. Desenvolvimento inicial de mudas de jatobazeiro do cerrado em Aquidauana – MS. Revista Brasileira de Fruticultura. 2011, 33, 215-226.

Danner, M. A.; Citadin, I.; Fernandes Junior, A. De A.; Assmann, A. P.; Mazaro, S. M.; Sasso, S. A. Z. Formação de mudas de jabuticabeira (Plinia sp.) em diferentes substratos e tamanhos de recipientes. Revista Brasileira de Fruticultura. 2007, 20, 179-182.

EMBRAPA-Empresa Brasileira de Pesquisa e Agropecuária. Manual de viveiro e produção de mudas: espécies arbóreas nativas do Cerrado. Brasília, 2016. Disponível em: . Acesso em 22 out. 2017.

EMBRAPA- Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Baru: biologia e uso. Planaltina, 2004. Disponível em: . Acesso em 22 out. 2017.

Ferreira, M. G. R.; Rocha, R. B.; Gonçalves, E. P.; Alves, E. U; Ribeiro. G. D. Influência do substrato no crescimento de mudas de cupuaçu (Theobroma grandiflorum Schum.). Acta Scientiarum. Agronomy. 2009, 31, 677-681.

Fonseca, E. P.; Valéri, S. V.; Miglioranza, E.; Fonseca, N. A. N.; Couto, L. Padrão de qualidade de mudas de Trema micrantha (L.) Blume, produzidas sob diferentes períodos de sombreamento. Revista Árvore. 2002, 26, 515-523.

Marimon, B. S.; Felfili, J. M.; Lima, E. S.; Duarte, W. M. G.; Marimon-Júnior, B. H. Environmental determinants for natural regeneration of gallery forest at the Cerrado/Amazonia boundaries in Brazil. Acta Amazônica. 2010, 40, 107- 118.

Moraes, L. A. C.; Garcia, T. B.; Sousa, N. R.; Moreira, A. Indução de brotação apical em mudas provenientes de sementes e do enraizamento de estacas de mangostãozeiro. Acta Scientiarum Agronomy. 2007, 29, 665-669.

Neves, C. S. V. J.; Medina, C. C.; Azevedo, M. C. B.; Higa, A. R.; Simon, A. Efeitos de substratos e recipientes utilizados na produção de mudas sobre a arquitetura do sistema radicular de árvores de acácia negra. Revista Árvore. 2005, 29, 897-905.

Oliveira, L. S. B.; Andrade, L. A.; Alves, A. S.; Gonçalves, G. S. Substrato e volume de recipiente na produção de mudas de jatobá (Hymenaea courbaril L.). Nativa. 2014, 02, 103-107.

Oliveira, L. C.; Costa, E.; Sobrinho, M. F. O.; Binotti, F. F. S.; Maruyama, W. I.; Alves, A. C. Esterco bovino e fibra de coco na formação de mudas de baruzeiro. Revista de Agricultura Neotropical. 2014, 1, 42-51.

Oliveira, A. E.Z.; Tavares, D. V.L.; Souza, L. C. D.; Barros, W. S. Avaliação de substratos para produção de mudas camu camu (Myrciaria dúbia) em sacolas plásticas. 2014. Disponível em: . Acesso em 13 set. 2017.

Paiva Sobrinho, S; Luz, P. B.; Silveira, T. L.S.; Ramos, D. T.; Neves, L. G.; Barelli, M. A. A. Substratos na produção de mudas de três espécies arbóreas do cerrado. Revista Brasileira de Ciências Agrárias. 2010, 5, 238-243.

Pio, R.; Ramos, J. D.; Gontijo, T. C. A.; Toledo, M; Carrijo, E. P.; Visioli, E. L.; Tomasetto, F.; Mendonça, V. Influência de diferentes recipientes e ambientes na produção de mudas de maracujazeiro-doce. Revista de Ciências Agrárias. 2004, 41, 127-135.

Queiroz, J.A.; Melém Júnior, N.J. Efeito do tamanho do recipiente sobre o desenvolvimento de mudas de açaí (Euterpe olaracea Mart.). Revista Brasileira de Fruticultura. 2001, 21, 460-462.

Rosa, A. C. G.; Gomes Júnior, J. A.; Giaculi, E.A .F.; Oliveira, C.M.; Paula, L. V. Efeito de diferentes substratos na produção de mudas de baru (Dipteryx alata). In: REUNIÃO ANUAL SBPC, 2006, Florianópolis. Anais... Florianópolis: UFSC, 2006. Disponível em: . Acesso em 24 set. 2017.

Samôr, O. J. M.; Carneiro, J. G. A.; Barroso, D. G.; Leles, P. S. S. Qualidade de mudas de angico e sesbânia, produzidas em diferentes recipientes e substratos. Revista

Árvore. 2002, 26, 209-215.

Silva, E. A.; Maruyama, W. I.; Mendonça, V.; Francisco, M. G. S.; Bardiviesso, D. M.; Tosta, M. S. Composição de substratos e tamanho de recipientes na produção e qualidade das mudas de maracujazeiro ‘amarelo’. Ciência e Agrotecnologia. 2010, 34, 588-595.

Vera, R.; Soares-Júnior, M. S.; Naves, R. V.; Souza. E. B. De; Fernandes, E. P.; Caliari, M.; Leandro, W. M. Características de amêndoas de barueiros (Dipteryx alata Vog.) de ocorrência natural no Cerrado do Estado de Goiás, Brasil. Revista Brasileira de Fruticultura. 2009, 31, 112-118.

Wagner Júnior, A.; Alexandre, R. S.; Negreiro, J. R.; Pimentel, L. D.; Costa E Silva, J. O.; Bruckner, C. H. Influência do substrato na germinação e desenvolvimento inicial de plantas de maracujazeiro amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg). Ciência e Agrotecnologia. 2006, 30, 643-647.




DOI: http://dx.doi.org/10.28998/rca.v16i1.4303