Políticas Editoriais

Foco e Escopo

A Revista Iberoamericana de Turismo é uma iniciativa da Universidade Federal de Alagoas (Brasil) e da Universitat de Girona (España), que nasce do convênio de cooperação internacional de pesquisa e desenvolvimento em Turismo entre estas universidades, com o apoio da Agencia Española de Cooperación Internacional para el Desarrollo. 

Posteriormente, a revista passou a contar com a colaboração da Rede de Pesquisa e (In)Formação em Museologia e Patrimônio da Universidade Federal da Paraíba (Brasil) e  e do Instituto de História Contemporânea - Grupo de Investigação Ciência, Estudos de História, Filosofia e Cultura Científica da Universidade de Évora (Portugal) a partir da publicação do seu primeiro número especial.

De periodicidade semestral, tem por objetivo divulgar trabalhos que representem contribuição para o desenvolvimento de novos conhecimentos entre pesquisadores, docentes, discentes e profissionais em Turismo, Hospitalidade, Museologia e Patrimônio, História, Geografia, Lazer e áreas afins, independente de sua vinculação profissional e local de origem, priorizando diálogos abertos e abordagens interdisciplinares a transdisciplinares.

Por sua origem, a grafia do título da revista, dessa forma, atende à língua espanhola.

O envio de contribuições se dá em FLUXO CONTÍNUO, contudo, para consideração de publicação em um número da revista, obedecer-se-á ao fluxo de submissões encaminhadas.

Não há cobrança para publicação de submissões encaminhadas à revista.


 

Políticas de Seção

Editorial

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Artigos

Representam esforço teórico ou teórico-prático de integração dos conhecimentos alcançados numa determinada área do Turismo em determinado momento. Propiciam visão panorâmica e seletiva de resultados acumulados e fornecem análise crítica consistente capaz de suscitar novas pesquisas e perspectivas. Tanto podem se caracterizar como Artigos de Revisão, Relatos de Pesquisa ou Relatos de Experiência. Máximo de 30 laudas.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Ensaios

O Ensaio consiste em exposição lógica e reflexiva e em argumentaçã, rigorosa com alto nível de interpretação e julgamento pessoal, elaborado por um único autor especialista na temática descrita. Máximo 30 laudas.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Pontos de Vista

Comportam observações, opiniões, críticas, ponderações, explicações sobre temas de interesse do público-alvo no âmbito nacional e internacional sob elaboração de um único autor especialista. Máximo de 10 laudas.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Entrevistas

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Memórias, Comunicações e Documentos

Coletânea de conferências, palestras, outras memórias como projetos e documentos técnicos, científicos e/ou profissionais de interesse e contributo às diversas áreas relacionadas ao foco e escopo da revista a partir da temática Turismo.

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Resenhas

Configuram-se como apreciação e análise crítica e interpretativa de cada parte e de cada capítulo de obras recém-lançadas, cabendo ao resenhista toda a liberdade de julgamento, escrita sob elaboração de um único autor. Para Resenhas, referências ao final são desnecessárias, desaconselhando-se auto-citação. A única referência obrigatória a ser utilizada deve ser a própria obra resenhada. Máximo de 5 laudas.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Notícias

Não verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Expediente

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

O processo de avaliação de originais encaminhados para a Revista Iberoamericana de Turismo (RITUR) é feita por pares, pelo método Double Blind Review, onde cada artigo é avaliado por dois pareceristas especialistas na área com elevada titulação acadêmica. Por este sistema, os arquivos são avaliados sem a identificação de autoria.

O processo de avaliação dos artigos submetidos ocorre em duas etapas, e passa por um sistema de revisão dupla (double blind review):

Primeira etapa: consiste em uma avaliação preliminar dos Editores Científicos em conjunto com os membros do Comitê Editorial analisando a adequação dos trabalhos segundo a linha editorial da Revista, sua adequação ao escopo, e aspectos como contribuição e ineditismo do texto. Somente os trabalhos considerados por editores e conselheiros como relevantes para a comunidade e, em particular, para os leitores do periódico, prosseguirão para as demais etapas de avaliação.

Segunda Etapa: os originais dos artigos são encaminhados para a apreciação de dois pareceristas integrantes do Corpo de avaliadores, conforme o sistema blind review. A avaliação será realizada por, no mínimo, 2 (dois) avaliadores pertencentes ao seu Conselho Consultivo, ou avaliadores ad hoc convidados, quando necessário, designados de acordo com a área de atuação/pesquisa. Havendo divergência de parecer, um terceiro avaliador será convocado. 

Os critérios para a avaliação dos artigos levam em conta relevância do tema, originalidade da contribuição nas áreas temáticas da Revista, clareza do texto, adequação da bibliografia, estruturação e desenvolvimento teórico, metodologia utilizada, conclusões e contribuição oferecida para o conhecimento da área.

Contudo, a decisão final de aceite para publicação competirá apenas aos Editores da revista, ouvindo o Comitê Editorial em observância aos pareceres dos avaliadores designados. 

A RITUR prioriza a avaliação de submissões de autores pós-graduados em nível Stricto Sensu (Mestres e Doutores ou equivalentes em países estrangeiros). 

Submissões de autores apenas graduados, pós-graduados em nível Lato Sensu, discentes de graduação ou pós-graduação também poderão ser avaliadas, quando destes últimos salvo a indicação dos seus respectivos orientadores na condição responsável e solidária de co-autores. 

Em quaisquer casos, deve-se observar que a RITUR estimula e prioriza a publicação de submissões originais e inéditas de qualidade científica contributiva à área que se propõe sob autorias individuais ou coletivas, com pelo menos um autor pós-graduado em nível Stricto Sensu.

 

Periodicidade

A Revista Iberoamericana de Turismo possui periodicidade semestral (dois números por ano compondo um volume). Dessa forma, seu formato para identificação de edições se apresenta em Volume-Número-Ano. A critério da Equipe Ediotorial, edições especiais podem ser publicadas individualmente a qualquer tempo.

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Indexação

A Revista Iberoamericana de Turismo - RITUR se encontra indexada nas seguintes bases de dados: 

 

Declaração de Ética e Boas Práticas de Publicação / Statement of Ethics and Best Publication Practices

A Revista Iberoamericana de Turismo se empenha em manter os mais altos padrões de ética de publicação e toma todas as medidas possíveis contra quaisquer malversações no processo de publicação. 
Assume-se que os princípios internacionais recomendados pelo Committee on Publication Ethics – COPE (http://publicationethics.org/) devem orientar os padrões de comportamento de todas as partes envolvidas no ato de desta publicação: o autor, os editores da revista e os membros do Comitê Editorial. 

- Quanto aos autores, além das condições incluídas no processo de submissão, deve-se observar que:

- Questões éticas relacionadas à pesquisa envolvendo seres humanos são de responsabilidade única dos autores.
- Todos os trabalhos resultantes de pesquisa ou relatos de experiências que envolveram sujeitos humanos terão sua publicação condicionada ao cumprimento dos princípios éticos, que deverá ser claramente descrito. Quando exigido, deverão indicar se os procedimentos respeitaram o constante na Declaração de Helsinki (1975, revisada em 1983). Os trabalhos de autores brasileiros deverão, ainda, indicar respeito às Resoluções do Conselho Nacional de Saúde n. 196, de 10/10/96 e n. 251, de 07/08/97. O(s) autor(es) deverá(ão) apresentar também o parecer do Comitê de Ética da sua instituição de origem.
- Quando um autor descobre um erro significativo ou uma imprecisão em seu próprio trabalho publicado, é sua obrigação informar imediatamente aos editores da revista e cooperar com o editor para que seja feita retratação ou correção do artigo.

Outros procedimentos éticos da publicação:
- O Comitê Editorial e os revisores avaliam os manuscritos por seu conteúdo intelectual, sem levar em conta raça, sexo, orientação sexual, crença religiosa, origem étnica, nacionalidade, ou o pensamento político dos autores.
- Quaisquer trabalhos recebidos para análise devem ser tratados como documentos confidenciais. Eles não devem ser mostrados ou discutidos com terceiros, exceto quando autorizado pelos Editores da RITUR.
- Os pareceres dos revisores serão realizados objetivamente. Críticas devem ser apresentadas objetivamente, não sendo aceitáveis comentários inadequados, irônicos ou ofensivos. Tal conduta em referência se impõe tanto para os revisores quanto para os autores. 
- Os revisores devem expressar as suas opiniões de forma clara, com o apoio de argumentos.
- Os revisores devem identificar qualquer trabalho relevante, já publicado, que não tenha sido citado pelos autores. Qualquer afirmação de que uma observação ou argumento já tenha sido publicado deve ser acompanhada pela citação correspondente. O revisor também deve chamar a atenção dos editores da revista para qualquer semelhança substancial ou sobreposição entre o manuscrito em questão e qualquer outro artigo publicado de que tenha conhecimento pessoal.
- Quaisquer desvios das regras acima definidas devem ser informados diretamente para os editores da RITUR, que estão comprometidos em fornecer resoluções rápidas para qualquer problema desse tipo.

--------------------------------------------

The Revista Iberoamericana de Turismo (RITUR) journal strives to maintain the highest standards of publishing ethics and takes all possible measures against any misappropriation in the publishing process.

It is assumed that behavioural patterns of all parties involved in this publication (the author, journal editors, and the Editorial Committee members) are guided by the international principles recommended by the Committee on Publication Ethics – COPE (http://publicationethics.org/).

Regarding authors, in addition to the conditions included in the submission process, it should be noted that:

- Ethical issues related to research involving people are authors' sole responsibility.

- All work resulting from research or reports of experiences involving people will be published subject to compliance with clearly explained ethical principles. When required, authors should indicate whether the procedures have complied with the Declaration of Helsinki (1975, revised 1983). The works of Brazilian authors should also indicate adherence to Resolutions of the National Health Council number 196, of 10/10/96 and number 251, of 07/08/97. The author(s) should also present the opinion of the Ethics Committee of their home institution.

- If an author discovers a significant error or inaccuracy in their own published work, they are obliged to inform the publishers of the journal immediately and cooperate with the publisher in order to have the article retracted or corrected. Other ethical publication procedures:

- The Editorial Committee and reviewers will evaluate the manuscripts for their intellectual content, regardless of race, gender, sexual orientation, religious belief, ethnic origin, nationality, or the authors' political thinking.

- Any papers received for review should be treated as confidential documents. They should not be shown to, or discussed with, third parties, except when authorized by the Editors of RITUR.

- Reviewers' opinions will be objective. All criticisms must be presented objectively and any inappropriate, ironic or offensive comments are deemed inacceptable. This applies to both reviewers and authors. Reviewers should express their opinions clearly, and support them with arguments.

- Reviewers should identify any relevant work previously published that has not been cited by the authors. Any statement claiming that an observation or argument has been published previously must be accompanied by the corresponding citation.

- The reviewer should also draw journal editors' attention to any substantial similarity or overlap between the manuscript in question and any other published article with which they are personally acquainted.

Any deviations from the rules defined above should be reported directly to RITUR editors, who are committed to providing fast resolutions to any such problem.