Meios de hospedagem no turismo: um resgate histórico

Mara Regina Thomazi, Maria Luiza Cardinale Baptista

Resumo


Este texto apresenta aspectos históricos do setor de hospedagem no Brasil e no mundo, considerados a partir de abordagem transdisciplinar. Tem como base a estratégia metodológica Cartografia de Saberes, de Baptista (2014), que envolve uma “trama de trilhas” investigativas aplicadas concomitantemente e que está alinhada ao pensamento de autores como Rolnik (1989), Morin (2003) e Capra (2003). Mais especificamente, para este texto, a ênfase está na trilha saberes teóricos, com levantamento bibliográfico, produção de sínteses, discussão nos encontros do grupo de pesquisa e sistematização. Foram desenvolvidas linhas do tempo, apresentadas em forma de quadros-síntese, em associação ao texto narrativo que relata o percurso de desenvolvimento do setor. Como resultados obtidos com este estudo, pode-se dizer que o setor de hospedagens turísticas passou por transformações que acompanharam as alterações de demanda. Nesse sentido, foram observadas mudanças nos tipos de hospedagem. Após um grande período tendendo à padronização, passou a uma tendência de abertura à multiplicidade de modelos e de singularização, em coerência ao novo consumidor desse serviço, bem como em alinhamento a mudanças socioculturais e econômicas, nos cenários micro e macro.


Palavras-chave


Turismo;Hospedagem.;Acomodação;História

Texto completo:

PDF



Locations of visitors to this page

Revista Iberoamericana de Turismo - RITUR Penedo, Alagoas, Brasil. ISSN: 2236-6040.


Licença Creative Commons
Os originais publicados na Revista Iberoamericana de Turismo estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons 3.0 Brasil (obrigatoriedade de atribuição de créditos/vedado uso comercial/vedada criação de obras derivadas/permitida citação referenciada).