A fabricação de doces artesanais enquanto atrativo para o turismo criativo: o caso de São Bartolomeu, Ouro Preto, Minas Gerais.

Narayhane Delabrida, Alissandra Nazareth de Carvalho

Resumo


O crescente interesse dos turistas por uma nova forma de descobrir e experimentar diferentes culturas vem compondo discussões acerca do turismo criativo e suas possibilidades de influenciar pequenas localidades. Tais reflexões giram em torno de evidenciar o protagonismo da população local por meio de experiências genuínas, reverenciando o patrimônio imaterial. Nesse contexto encontra-se São Bartolomeu, distrito rural de Ouro Preto, Minas Gerais, cuja produção de doces artesanais existe tradicionalmente há cerca de 200 anos. Essa arte do saber-fazer doces da localidade vem sendo transmitida de geração em geração até os dias de hoje, sendo registrada como Bem Imaterial Municipal de Ouro Preto. Após este registro, o distrito vem ganhando visibilidade turística através dos eventos gastronômicos, tendo como elemento protagonista o doce da goiabada cascão. Diante desse contexto, o presente trabalho tem como objetivo discutir possibilidades de manifestação do turismo criativo enquanto atrativo em São Bartolomeu tendo como símbolo principal a fabricação de doces artesanais. Metodologicamente, o trabalho se caracteriza como descritivo-exploratório, juntamente à realização de pesquisa bibliográfica e pesquisa de campo. Buscou-se, portanto, levantar discussões sobre o turismo gastronômico como propulsor do turismo criativo em pequenas localidades, vislumbrando a preservação da cultura, do patrimônio local e do ambiente rural.


Palavras-chave


Culinária mineira; Ouro Preto; Valorização cultural; Turismo gastronômico; Poder Público.

Texto completo:

PDF



Locations of visitors to this page

Revista Iberoamericana de Turismo - RITUR Penedo, Alagoas, Brasil. ISSN: 2236-6040.


Licença Creative Commons
Os originais publicados na Revista Iberoamericana de Turismo estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons 3.0 Brasil (obrigatoriedade de atribuição de créditos/vedado uso comercial/vedada criação de obras derivadas/permitida citação referenciada).