Geoturismo e sítios pedológicos em trilhas dos Parques Estaduais do Itacolomi e Serra do Rola-Moça/MG

Ricardo Eustáquio Fonseca Filho, Paulo de Tarso Amorim Castro, Angelica Fortes Drumond Chicarino Varajão

Resumo


O turismo em unidades de conservação tem se apresentado como uma forma de conservação do patrimônio. Os Parques Estaduais do Itacolomi (PEIT) e do Rola-Moça (PESRM) / MG, localizados na área proposta para o Geoparque Quadrilátero Ferrífero, têm solos diferentes ao longo de importantes trilhas: do Pico do Itacolomi e Campo Ferruginoso respectivamente. O objetivo do presente trabalho foi inventariar pedossítios e propor trilhas-solo para os parques citados. A metodologia utilizada na pesquisa foi: revisão bibliográfica, trabalho de campo e identificação de sítios pedológicos como subsídios para roteiros geoturísticos com ênfase nos solos (“pedoturismo”) no PEIT e PESRM. Os resultados demonstraram que as UC têm potencial para o desenvolvimento do pedoturismo: a Trilha-solo Pico do Itacolomi apresenta relativa pedodiversidade com ênfase nos fatores de formação relevo e organismos; e a trilha-solo Campo Ferruginoso fragilidade dos solos perférricos, com ênfase nos fatores de formação material de origem e relevo. Estratégia em educação em solos e ensino de geociências que pode auxiliar na conservação das trilhas e consequentemente segurança dos turistas.


Palavras-chave


Turismo; Solos; Pedoturismo; Trilha-solo; Uso público

Texto completo:

PDF



Locations of visitors to this page

Revista Iberoamericana de Turismo - RITUR Penedo, Alagoas, Brasil. ISSN: 2236-6040.


Licença Creative Commons
Os originais publicados na Revista Iberoamericana de Turismo estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons 3.0 Brasil (obrigatoriedade de atribuição de créditos/vedado uso comercial/vedada criação de obras derivadas/permitida citação referenciada).