POLÍTICA SÓCIO-EDUCACIONAL DE ARAPIRACA-AL: ANÁLISE DO SURGIMENTO E REDESENHO DO PROGRAMA DE ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL NO MUNICÍPIO

Autores

  • Diego Leonardo Davi Santos Silva UFAL
  • Lucas Gabriel Barbosa Santos Leão UFAL
  • Maria Regislane Lopes Rodrigues UFAL

Resumo

O presente artigo trata das Políticas Sócio-educacionais do município de Arapiraca, tendo como objetivo fazer uma análise do surgimento e redesenho do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) no município. Através de métodos qualitativos e quantitativos na apresentação das informações, o artigo irá ser estruturado com base de pesquisas em livros, artigos científicos, sites especializados e entrevistas com os principais gestores responsáveis pelo Programa em Arapiraca, a exemplo desses gestores temos Maria José Carneiro Zeza Coordenadora do PETI-Arapiraca por 13 anos e a atual coordenadora Joelma Oliveira. O texto inicialmente irá abordar os conceitos de Política Educacional e Trabalho Infantil, com o intuito de familiarizar o leitor com o assunto, posteriormente será apresentado um breve histórico do PETI, seguindo para uma análise mais aprofundada do Programa no município de Arapiraca. Em geral essa análise demonstrou que o PETI conseguiu resultados satisfatórios na redução do trabalho infantil, conseguindo retirar um número bastante expressivo de crianças e adolescentes das atividades laborais, para lhe proporcionarem uma melhor perspectiva de vida, e a partir do seu redesenho que lhe atribuiu um caráter articulador de políticas, foi possível realizar ações intersetoriais que ampliam a eficiência do programa no combate ao trabalho infantil da região.

Downloads

Publicado

03/10/2015

Edição

Seção

Política e gestão educacional