[1]
C. D. de Oliveira, “O declínio do homem provedor chefe de família: entre privilégios e ressentimentos”, RCH, vol. 11, nº 22, p. 202–228, jun. 2022.