EDUCAÇÃO EM SAÚDE E MÉTODO CANGURU: VIVÊNCIA EXTENSIONISTA NO ÂMBITO HOSPITALAR

Maria da Conceição Carneiro P. Santana, Antonio Lucas Ferreira Feitosa, Andresa Mayra da Silva Melo, Eluanna Elena Santos Galvão, Elisa Maria Santos Balbino, Geisa Gabriella Rodrigues de Oliveira

Resumo


Objetivo: Relatar vivência acadêmica extensionista no âmbito da Educação em Saúde no Método Canguru. Metodologia: Trata-se de um relato sobre a execução de ações do Projeto de Extensão intitulado “Amar é... ser família canguru!”, cadastrado numa universidade pública, com atividades executadas num hospital universitário de Alagoas. Recursos educativos foram criados pela equipe interprofissional, compostos por jogos com informações sobre o Método Canguru, que contemplaram os estados de ego e sentidos. Durante um semestre, as atividades foram realizadas numa unidade de cuidados intermediários canguru, caracterizada como a segunda etapa do Método, com capacidade de seis puérperas. Resultados e Discussões: Evidenciou-se que a utilização dos jogos, junto às puérperas e profissionais da unidade, favoreceu o aprimoramento dos mesmos. Considerou- se a aplicação dos recursos educativos, na unidade, uma estratégia de orientação que utilizou o lúdico e os estados de ego para provocar um sentimento diferente em cada indivíduo, fazendo com que esse (re)significasse um momento ao longo da vida que foi relembrado, devido às características contidas no recurso. Considerações finais: Acredita-se que, através dos recursos, as puérperas conseguiram compreender mais o Método, relacionando a temática com sua própria vivência. As mulheres se tornaram multiplicadoras do conhecimento, no contexto em que estavam inseridas. A utilização dos recursos educativos contribui para o repensar das estratégias que se concebem na interação dos discentes e profissionais, no contexto hospitalar, valorizando processos mais efetivos e humanizados.


Palavras-chave


Método Mãe-Canguru; Educação em Saúde; Humanização; Saúde da Criança.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Gep News