[1]
J. P. M. de Almeida e M. V. Borges Amaral, “O discurso da imprensa sobre o impeachment e os efeitos de sentido mobilizados pela memória discursiva”, Revista Leitura, nº 66, p. 216–228, dez. 2020.