Potencial de contaminação em águas superficiais pelo uso de agrotóxicos em Iguatu, Ceará

Autores

  • Ana Isabel Pinheiro Unilab
  • Maria Aparecida Liberato Milhome IFCE
  • Fábio Eduardo Franco Rodrigues Ferreira IFCE
  • Rafael Santiago da Costa Unilab
  • José Lucas Guedes dos Santos Unilab
  • Letícia Kenia Bessa de Oliveira Unilab
  • Aiala Vieira Amorim Unilab

Resumo

Objetivou-se com o presente trabalho avaliar as características e o potencial de contaminação dos agrotóxicos em águas superficiais no município de Iguatu, Ceará. Foram realizadas coletas dos principais agrotóxicos utilizados nas áreas de cultivos do município de Iguatu – CE, sendo posteriormente classificado cada princípio ativo em alto, médio ou baixo potencial de contaminação associado ao sedimento ou dissolvido em água, através do método de GOSS. Dentre os princípios ativos estudados, 15% mostraram alto potencial de contaminação associado ao sedimento e, 15% apresentaram alto potencial de contaminação através do transporte dissolvido em água.  Segundo o critério de GOSS, os agrotóxicos lambda-cialotrina, clopririfós e paraquat mostraram alto potencial de contaminação associado ao sedimento, enquanto que a atrazina, picloram e novamente, o defensivo clopririfós apresentaram alto potencial de contaminação através do transporte dissolvidos em água. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2017-11-05

Como Citar

PINHEIRO, Ana Isabel; MILHOME, Maria Aparecida Liberato; FERREIRA, Fábio Eduardo Franco Rodrigues; COSTA, Rafael Santiago da; SANTOS, José Lucas Guedes dos; OLIVEIRA, Letícia Kenia Bessa de; AMORIM, Aiala Vieira. Potencial de contaminação em águas superficiais pelo uso de agrotóxicos em Iguatu, Ceará. Revista Craibeiras de Agroecologia, [S. l.], v. 1, n. 1, 2017. Disponível em: https://seer.ufal.br/index.php/era/article/view/3561. Acesso em: 3 mar. 2024.