CARACTERÍSTICAS FÍSICO-QUÍMICAS DO FRUTO DO MANDACARU (Cereus jamacaru P. DC.) CULTIVADO NO SERTÃO ALAGOANO

Autores

  • João Paixão dos Santos Neto Instituto Federal de Alagoas http://orcid.org/0000-0003-4645-6866
  • Vanessa Dayane Nunes Silva Instituto Federal de Alagoas
  • Priscilla Andrade Silva Universidade Federal Rural da Amazônia
  • Yada Maria Pereira Santos Instituto Federal de Alagoas
  • Paulo Henrique Silva Monteiro Instituto Federal de Alagoas
  • Lucas Afonso Sotero Gouveia Silva Instituto Federal de Alagoas

Palavras-chave:

Caatinga, Composição nutricional, Potencial agroindustrial.

Resumo

O mandacaru (Cereus jamacaru P. DC.) é uma espécie nativa da vegetação da Caatinga e seus frutos podem constituir uma fonte de alimento rica de compostos bioativos, embora ainda não sejam explorados na alimentação humana comumente. No presente estudo objetivou-se avaliar as características físico-químicas dos frutos de mandacaru obtidos no Instituto Federal de Alagoas, localizado no município de Piranhas-AL. Foi realizada caracterização física de 28 amostras de frutos através das medidas de massa dos frutos, comprimento, diâmetro, densidade e rendimento da polpa. Para a caracterização físico-química da polpa foram realizadas as análises de pH, acidez total titulável, sólidos solúveis totais, umidade e cinzas. Em relação à caracterização física dos frutos de mandacaru, os parâmetros avaliados comprimento (8,13 cm), diâmetro (4,87 cm) caracterizam os frutos no formato elipsoide. Quanto aos valores obtidos para a massa média dos frutos (108,12 g), e rendimento da polpa mais sementes (41,47%) estão conforme os valores relatados na literatura. A polpa dos frutos apresentaram os teores médios de pH (3,73), acidez titulável (AT) (0,22 g/100g), sólidos solúveis (SS) (11,03ºBrix), SS/AT (50,15), umidade (85,79%) e cinzas (0,32%). revelam a capacidade deste fruto no processamento agroindustrial. Considerando que o rendimento dos frutos avaliados é elevado, pode-se afirmar que o mesmo se apresenta com potencial para o desenvolvimento de produtos artesanais, uma alternativa para o incremento da renda do agricultor familiar da região Semiárido Alagoano.

Referências

ALMEIDA, M. M.; OLIVEIRA, A. S.; AMORIM, B. C.; FREIRE, R. M. M.; OLIVEIRA, L. S. C.; SILVA, F. L. H. Características físicas e físico-químicas do fruto do mandacaru (Cereus jamacaru P.DC.). In: I Simpósio Brasileiro de Pós-Colheita de Frutos Tropicais, 2005, João Pessoa. João Pessoa: Hotel Ouro Branco, 2005, p.1-6. (Cd Rom).

AOAC INTERNATIONAL. Official methods of analysis. 16ª ed., 3ª rev. Gaitherburg: Published by AOAC International, 1997. v.2, cap. 32, p.1-43.

BAHIA, E. V. DE A.; MORAIS, L. R. V DE; SILVA, M. P. DA; ONILDA BERNARDO VIEIRA DE LIMA, O. B. V DE; SABRINA DE FREITAS SANTOS, S DE, F. Estudo das características físico-químicas do fruto do Mandacaru (Cereus jamacaru P. DC.) cultivado no Sertão Pernambucano. Anais do VIII SEMEALI. UEFS. Feira de Santana, 2010.

BARUFFALDI, R.; OLIVEIRA, M. N. Fatores que condicionam a estabilidade de alimentos. In: BARUFFALDI, R.; OLIVEIRA, M.N. Fundamentos de tecnologia de alimentos. São Paulo: Atheneu, 1998. v. 3. p. 13-25.

CHITARRA, M. I. F.; CHITARRA, A. B. Pós-colheita de frutos e hortaliças: fisiologia e manuseio. 2. ed. rev. e ampl. Lavras: UFLA, 2005.

GOMES, P. Forragens fartas na seca. São Paulo: Nobel, 1973.

INSTITUTO ADOLFO LUTZ (IAL). Métodos físico-químicos para análise de alimentos. 4 ed. Brasília: ANVISA, 2005.

LIMA, M. A. C. Avaliação da Produtividade de duas espécies de Mandacaru com diferentes tamanhos de hastes. 38 p. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba.

MELO, R. S.; SILVA, S. M.; SOUSA, A. S. B.; LIMA, R.; DANTAS, A. L.; DANTAS, R. L.; FIGUEIREDO, V. M. A. Maturação e qualidade de frutos de mandacaru (Cereus jamacaru P. DC.) de diferentes bioclimas do estado da Paraíba. AGROPECUÁRIA TÉCNICA (UFPB), v. 38, p. 160, 2017.

OLIVEIRA, F. M. N.; ALEXANDRE, H. V.; FIGUEIRÊDO, R. M. F.; QUEIROZ, A. J. M.; OLIVEIRA, A. R. Características físico-químicas da polpa e casca do fruto do mandacaru. In: Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Alimentos, 19. 2004, Recife. Anais... Recife: Centro de Convenções de Pernambuco, 2004. CDROM.

OLIVEIRA, E. A.; JUNQUEIRA, S. F; MASCARENHAS, R.J. Caracterização físicoquímica e nutricional do fruto de palma (Opuntia fícus indica L. Mill) cultivada no sertão sub-médio São Francisco. Revista HOLOS, v. 3, p.113 – 119, 2011.

PACE, E. 2010. Mandacaru. Disponível em: <http://elianapace.com.br/blog/?p=607>. Acesso em: 28 fevereiro 2019.

SEPÚLVEDA, E.; SÁENZ, C. Características químicas y físicas de pulpa de tuna (Opuntia ficus-indica). Revista de Agroquímica y Tecnologia de Alimentos, Valência, v. 30, n. 4, p. 551-555, 1990.

SILVA, L. R.; ALVES, R. E. Caracterização físico-química de frutos de Mandacaru. Revista Acadêmica: Ciências Agrárias e Ambientais (PUCPR. Impresso), v.7, p. p.199-205, 2009.

WANG, S.Y.; ZHENG, W. Oxygen radical absorbing capacity of phenolics in blueberries, cranberries, chokeberries, and lingonberries. J. Agric. Food Chem. v. 51, n. 2, p.873-878, 2003.

Downloads

Publicado

04/07/2019

Como Citar

SANTOS NETO, J. P. dos; SILVA, V. D. N.; SILVA, P. A.; SANTOS, Y. M. P.; MONTEIRO, P. H. S.; SILVA, L. A. S. G. CARACTERÍSTICAS FÍSICO-QUÍMICAS DO FRUTO DO MANDACARU (Cereus jamacaru P. DC.) CULTIVADO NO SERTÃO ALAGOANO. Revista Craibeiras de Agroecologia, [S. l.], v. 4, n. 1, p. e7141, 2019. Disponível em: https://seer.ufal.br/index.php/era/article/view/7741. Acesso em: 26 fev. 2024.