Produtos alternativos no controle curativo da antracnose em hastes de antúrio (Anthurium andraeanum Lind.)

Autores

  • Laura Verissimo Cavalcante Universidade Federal de Alagoas - Centro de Ciências Agrárias
  • Joelma Benigna Silva Candida
  • Georgia De Souza Peixinho
  • Gerlane Do Nascimento Silva
  • Mayara Oliveira De Lima
  • Yolanda De Melo De Oliveira
  • Larisse Araujo De Abreu
  • Edna Peixoto Da Rocha Amorim

Palavras-chave:

Óleo essencial, extrato vegetal, Trichoderma

Resumo

Alguns fatores podem ser limitantes para a produção de flores tropicais, como é o caso das doenças de plantas. Dentre as doenças de origem fúngica que afetam as flores tropicais está a antracnose, causada por fungos do gênero Colletotrichum. De modo geral, o controle químico para doenças de plantas é o mais utilizado, porém, é possível perceber ao longo dos anos, diversos problemas para os ecossistemas, assim como o aparecimento de isolados resistentes aos ingredientes ativos usados. Com isso, o controle alternativo de fitopatógenos vem sendo alvo de novos estudos. Diante do exposto, o trabalho teve por objetivo avaliar produtos alternativos no controle curativo da antracnose em hastes de antúrio. Para avaliar o efeito dos produtos, os óleos essenciais (citronela, hortelã e alho), os extratos vegetais (hortelã e alho) e Trichoderma sp. nas doses selecionadas em experimentos anteriores, foram testados em inflorescências de antúrio 2 dias após a inoculação do patógeno. Para a testemunha foi usada água destilada esterilizada. Após 7 dias de incubação as hastes foram avaliadas (incidência e severidade). O Trichoderma sp., o óleo e o extrato de hortelã, o óleo e o extrato de alho apresentaram eficiência no controle curativo da antracnose em hastes de antúrio.

Referências

ANDRADE, S. P. Avaliação da atividade antifúngica de extratos de Cassia fistula (Leguminosae). Osasco, SP: Revista PIBIC, v.3, n.2, p. 151-158. 2006.

ANEFALOS, C. L; TOMBOLATO, A.F.

C.; RICORDI, A. Cadeia produtiva de florestas tropicais: aspectos gerais da produção e comercialização. In: XVII CONGRESSO BRASILEIRO DE FLORICULTURA E PLANTAS ORNAMENTAIS IV CONGRESSO BRASILEIRO DE CULTURA DE TECIDOS DE PLANTAS, Resumos... Aracajú-SE, 2009.

AZEVEDO, L. A. S. Manual de quantificação de doenças de plantas. São Paulo. 114p. 1998.

CHAGAS, L.F.B., CASTRO, H.G.; COLONIA, B.S.O., CARVALHO FILHO, M.R., MILLER, L.O. & CHAGAS JUNIOR, A.F. Efficiency of Trichoderma spp. as a growth promoter of cowpea (Vigna unguiculata) and analysis of phosphate solubilization and indole acetic acid synthesis. Revista Brasileira de Botânica, 38: 1-9. 2016.

CHEN, J.; McCONNELL, D. B.; HENNY, R. J.; EVERITT, K. C. Cultural guidelines for commercial production of interior space Anthurium. University of Florida, IFAS extension, EHN956. 2003.

COELHO, M. A. N.; CATHARINO, E. L. M. Duas espécies novas de Anthurium Schott (Araceae) para o Brasil. Rodriguésia, Rio de Janeiro, v. 56, n. 88, p. 35-41, 2005.

DUFOUR, L.; GUÉRIN, V. Growth, development alfeatures and flower production of Anthurium andreanum Lind.in tropical conditions. Scientia Horticulturae, Amsterdam, v. 98, n. 1, p. 25-35, 2003.

FIPKE, G.M., PAZINI, J. de B. & ETHUR, L.Z. Antagonismo de isolados de Trichoderma spp. ao Sclerotinia sclerotiorum em diferentes temperaturas. Magistra, 27(1): 23–32. 2015.

FURTADO, D. C. M.; GALVÃO, A. L. B.; AMORIM, E. P.R.; SOARES, L. P. R. Ocorrência de Colletotrichum gloeosporioides em Tapeinochilus ananassae no estado de Alagoas. Summa Phytopathol., Botucatu, v. 38, n. 4, p. 343, 2012.

FREEMAN, S.; MINZ, D.; KOLESNIK, I.; BARBUL, O.Z.A.; MAYMON, M.; NITZANI, Y.; KIRSHNER, B.; RAVI-DAVID, D.; BILU, A.; DAG, A.; SHAFI, S.; ELADI, Y. Tri¬choderma biocontrol of Colletotrichum acutatum and Botrytis cinérea and survival in strawberry. European jornal of plant pathology, BetDagan, v.110, p.361-370, 2004.

ISMAN, M.B. Plant essential oils for pest and disease management. Crop Protection, 19: 603-608. 2000.

LEE, Y.; KIM, J.; SHIN, S.; LEE, S.; PARK, I. I. Antifungal activity of Myrtaceae essential oils and their components against three phytopathogenic fungi. Flavour Fragrance Journal, Switzerland, v. 23,

p. 23-28, jan. 2008.

NOZAKI, M.; DETONI, A. M.; DONADEL, F. Controle alternativo de Colletotrichum gloesporioides em frutos de goiaba com óleos essenciais. Ensaios e Ciência: Ciências Biológicas, Agrárias e da Saúde. v17, n2, 63-69p, 2013.

OLIVEIRA, E.S.; VIANA, F.M.P.; MARTINS, M.V.V.; PESSOA, M.N.G. Alternativas limpas para controle da podridão pós-colheita causada por Colletotrichum em banana. Fortaleza: Embrapa Agroindústria Tropical, 2013.

RIBEIRO, J.G.; SERRA, I.M.R.S.; ARAÚJO, M.U.P. Uso de produtos naturais no controle de antracnose causado por Colletotrichum gloeosporioides em mamão. Summa Phytopathologica, v.42, n.2, p.160-164, 2016.

SALGADO, S.M.L. e CAMPOS, V.P. Extratos naturais na patogenicidade e reprodução de Meloidogyne exígua em cafeeiro e de Meloidogyne incógnita raça 3 em feijoeiro. Nematologia Brasileira, 27 (1): 41-48. 2003.

SOYLU, E. M.; KURT, S.; SOYLU, S. In vitro and in vivo antifungal activities of the essential oils of various plants against tomato grey mould disease agent Botrytis cinerea. International Journal of Food Microbiology, Amsterda

Downloads

Publicado

07/04/2020

Como Citar

CAVALCANTE, L. V.; CANDIDA, J. B. S.; PEIXINHO, G. D. S.; SILVA, G. D. N.; DE LIMA, M. O.; DE OLIVEIRA, Y. D. M.; DE ABREU, L. A.; AMORIM, E. P. D. R. Produtos alternativos no controle curativo da antracnose em hastes de antúrio (Anthurium andraeanum Lind.). Revista Craibeiras de Agroecologia, [S. l.], v. 4, p. e9622, 2020. Disponível em: https://seer.ufal.br/index.php/era/article/view/9622. Acesso em: 27 fev. 2024.