Construção de uma estratégia coletiva: “tendências” para os arranjos produtivos locais

PAULO EMANUEL DE ALENCAR IMBUZEIRO, MARIA CECÍLIA JUNQUEIRA LUSTOSA

Resumo


As micro e pequenas empresas têm valorizado as tégias dos Arranjos Produtivos Locais (APLs), que cam a cooperação e a integração de forças dos grupos empresas no alcance de vantagens competitivas. sente artigo apresenta os resultados iniciais obtidos uma pesquisa exploratória realizada com empresários setor turístico das cidades-alvo de políticas de APLs turismo de Alagoas. Os principais resultados apontam como expectativas dos empresários: a união entre redução de custos, a ampliação dos mercados interno externo, o desenvolvimento tecnológico e a otimização de recursos. Porém, a avaliação dos empresários que a cooperação efetiva não acontece, há pouca nhuma redução nos custos e existe uma grande dificulda de de comunicação entre os atores dos APLs.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.28998/repd.v1i7.135