Água, pobreza e políticas públicas: um foco sobre o município de Piranhas, sertão do São Francisco alagoano

JOSÉ JENIVALDO DE MELO IRMÃO

Resumo


O trabalho investiga as relações entre a existência de água que banha uma porção do semi-árido alagoano e um quadro de pobreza local persistente diante das políticas oficiais (Federal, Estadual, Municipal) e suas consequências sobre a realidade do município de Piranhas (AL). Aborda os fundamentos do desenvolvimento econômico e seu momento de crise, buscando elementos de um novo desenvolvimento em escala local. Mostra a forte relação entre o semi-árido alagoano com o rio São Francisco, para tratar do município de Piranhas e as respectivas ações oficiais e não oficiais implantadas ao longo dos últimos vinte anos. Constata- se que o modelo atual de desenvolvimento adotado no município propiciou a manutenção das desigualdades sociais, sendo necessária à implantação de um Desenvolvimento Local Integrado Sustentável, mobilizando todos os atores sociais para criar planos locais integrados de desenvolvimento.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.28998/repd.v1i7.136