Estrutura e dinâmica da economia sergipana (1970-2002)

RICARDO OLIVEIRA LACERDA DE MELO, ALDEMIR DO VALE SOUZA

Resumo


O presente artigo analisa a evolução da estrutura produtiva da economia sergipana no período 1970-2002, buscando relacionar as principais transformações do seu perfil produtivo e de sua dinâmica de crescimento à forma de articulação com a economia nacional. É possível identificar dois pontos de inflexão na trajetória da economia sergipana no período em questão. O primeiro, nos anos 70 e primeira metade dos anos 80, quando um conjunto de investimentos industriais puxou o crescimento econômico do Estado e revolucionou as atividades urbanas. O segundo ponto de inflexão se verificou a partir de meados dos anos 80, quando atividades do setor terciário tornaram-se mais dinâmicas. Nos anos mais recentes, já no século XXI, um conjunto de novos investimentos, atraídos pelas políticas estaduais de desenvolvimento industrial, propicia um novo ciclo de expansão industrial.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.28998/repd.v1i7.137