Ideais e experiências de dirigentes sobre a prática cooperativista nas cooperativas agrícolas da região fumageira de Arapiraca (AL)

MARCOS ANTONIO DANTAS DE OLIVEIRA

Resumo


Este estudo baseou-se em entrevistas com dirigentes das cooperativas agrícolas da região fumageira de Alagoas, Brasil: Capial, Cooperfumo, Cooperal e Coopagreste. Como a Capial incrementou ganhos monetários, quadro de cooperados, compras e vendas em larga escala? Por que a Cooperfumo, Cooperal e Coopagreste não conse- guem aplicar o ideário cooperativista? A prática cooperativista, como eixo de análise, que ora promove o crescimento do cooperativismo, ora sua estagnação, iden- tificou estratégias que deram certo com a Capial, de 1978 a 1982. Segundo cooperados, colocar a cooperativa em primeiro plano resultou em melhoria econômica.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.28998/repd.v1i7.139