Desafios urgentes na arquitetura: proposta de uma célula-modelo de caráter emergencial pós catástrofes naturais

Autores

  • Luís Arthur Motta Barbosa Valente
  • Fernando A. de Melo Sá Cavalcanti

Palavras-chave:

Arquitetura emergencial. Habitação evolutiva. Coordenação modular.

Resumo

Diante do cenário contemporâneo em que a sociedade se encontra, a ocorrência de um fenômeno natural pode vir a tomar proporções preocupantes, assumindo potencial para ocasionar o que se pode chamar de desastre natural. Estes desastres costumam afetar em sua maioria comunidades em situação de vulnerabilidade social, e cabe a arquitetos e urbanistas, juntamente com o poder público possibilitar a continuidade da dinâmica de vida destas pessoas . Diante disso, através do cruzamento de informações derivadas de estudos bibliográficos teóricos e práticos, o presente artigo pretende apresentar quatro tipologias referentes a uma célula de habitação temporária evolutiva em formato de kit, ancorada em princípios que visam a otimização de recursos, exequibilidade, tempo e viabilidade econômica, frente ao contexto social vigente. As propostas foram elaboradas para servir de base para a produção de arquitetura efêmera de baixo custo que possa abrigar vítimas de catástrofes naturais com características de flexibilidade, adaptabilidade e expansibilidade, e buscam o alinhamento com as diferentes possibilidade de usuários temporários que a edificação virá a receber.

Downloads

Publicado

04/12/2020

Edição

Seção

Eixo Projeto e Tecnologia