transferências governamentais e participação na força de trabalho: um estudo baseado nos censos demográficos 1991 e 2000

DILSON JOSE DE SENA PEREIRA, EDINALDO ALVES DE TEBALDI, FLÁVIO ATALIBA F. D. BARRETO

Resumo


Este estudo investiga o impacto das transferências do governo sobre a participação na força de trabalho (PTF) com base nas informações dos censos demográficos de 1991 e 2000. São mensurados e analisados os efeitos dos determinantes da participação na força de trabalho brasileiro por meio de um modelo de utilidade randômica. Observa-se que as transferências públicas de renda exercem forte impacto na disposição dos indivíduos de se engajarem no mercado de trabalho. Outras variáveis importantes para explicar a participação na força de trabalho são a localização geográfica dos municípios, o nível de educação e as taxas de fertilidade.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.28998/repd.v1i2.96