Mudança ou continuidade? Contradições do desenvolvimento industrial da primeira década do século XXI

Autores

  • Moises Villamil Balestro Universidade de Brasília
  • Jackson De Toni ABDI

DOI:

https://doi.org/10.28998/lte.2017.n.2.3883

Palavras-chave:

desenvolvimento industrial, capitalismo organizado, coordenação entre empresariado e Estado

Resumo

O propósito deste artigo é discutir os elementos de mudança institucional no desenvolvimento industrial no Brasil na primeira década deste século a partir do conceito de capitalismo organizado. A abordagem de capitalismo organizado (Kamijo, 1978; Offe, 1985; Höpner, 2004, 2007; Allen, 2010; Höpner e Callaghan, 2012) serve como um quadro analítico e conceitual mais amplo para entender o debate recente sobre a construção da coordenação entre empresariado, Estado e, em menor grau, trabalhadores nas políticas de transformação industrial. A continuidade se refere tanto à persistência da força política das elites clientelistas e rentistas quanto à adaptação das instituições do período desenvolvimentista, assim como das ideias favoráveis à atuação mais ativa do Estado por parte do empresariado industrial. De outra parte, houve mudanças ensejadas pelo aumento de investimentos destinados à inovação combinado com avanços sociais como a redução da pobreza e maior consumo das classes trabalhadoras.

O argumento apresentado no artigo é que as múltiplas iniciativas de políticas industriais e de inovação, bem como os avanços no fortalecimento de cadeias produtivas intensivas em capital como a do petróleo e gás e das multinacionais brasileiras não foram capazes de superar os problemas estruturais da economia brasileira. O regime de acumulação vinculado às exportações de commodities e ao predomínio dos ganhos financeiros impediu a construção de um sistema de incentivos necessário ao desenvolvimento industrial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-07-12

Como Citar

BALESTRO, Moises Villamil; DE TONI, Jackson. Mudança ou continuidade? Contradições do desenvolvimento industrial da primeira década do século XXI. Latitude, Maceió-AL, Brasil, v. 11, n. 2, 2018. DOI: 10.28998/lte.2017.n.2.3883. Disponível em: https://seer.ufal.br/index.php/latitude/article/view/3883. Acesso em: 20 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê "Processos sociopolíticos e desenvolvimento econômico no Brasil"

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.