Cartografias do sombrio: performances, relações e afetos no evento Dança das Sombras em Fortaleza (CE)

Autores

  • Sandra Stephanie Holanda Ponte Ribeiro Mestre em Sociologia pela Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.28998/lte.2018.n.2.5154

Palavras-chave:

performances, subjetividades, música, antropologia urbana.

Resumo

No presente artigo, trago a descrição de algumas expressões estéticas, como tipos de indumentárias e de danças, que compõem as performances de jovens afinados com o universo gótico. O intuito é levantar uma discussão sobre como essas performances podem ser produzidas e alteradas a partir de relações que se constituem durante os encontros entre esses sujeitos na cidade de Fortaleza. No trabalho, descrevo as vestimentas, os acessórios e os gestos ritualizados observados durante a pesquisa, procurando pensar essas expressões estéticas a partir de falas do interlocutor Dunkle Seele e de teóricos de estudos sobre juventudes e da antropologia da performance. Depois, apresento um relato de campo do evento Dança das Sombras, no qual busco traçar algumas relações que se constituem durante os shows e as diferentes performances acionadas naquela noite. Desse modo, objetivou-se realizar uma descrição das performances góticas, entendidas aqui como experiências que expressam estética e ritualmente uma afinidade com aquele universo. Mas, além disso, buscou-se demonstrar também que, apesar de estarem embasadas em referenciais artísticos e culturais do gótico, essas performances não são fixas. Pelo contrário, elas se transformam a partir de fluxos, afetos e conexões que se constituem durante os eventos musicais.

Palavras-chave:Performances. Relações. Afetos. Antropologia Urbana.

 

Abstract

In the present article, I bring the description of some aesthetic expressions, as types of costumes and dances, that make up the performances of young people who has an affinity with the Gothic universe. The aim is to raise a discussion about how these performances can be produced and changed from relations that are constituted during the meetings between these subjects in the city of Fortaleza. In the paper, I describe the costumes, accessories and ritualized gestures observed during the research, trying to think these aesthetic expressions from the speech of the interlocutor Dunkle Seele and from youth studies theorists and  anthropology of performance. Then, I present a field report of the event Dança das Sombras, in which I seek to trace some relations that are constituted during the shows and the different performances triggered that night. Thus, the objective was to describe the gothic performances, understood here as experiences that express aesthetically and ritually an affinity with that universe. But in addition, it was also sought to demonstrate that, although they are based on artistic and cultural references of the Gothic, these performances are not fixed. On the contrary, they are transformed from flows, affects and connections that are constituted during musical events.

 

Keywords:Performances.Relations. Affects. Urban Anthropology.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandra Stephanie Holanda Ponte Ribeiro, Mestre em Sociologia pela Universidade Federal do Ceará

Stephanie Ribeiro é antropóloga com pesquisas sobre juventude, cidade, performance e subjetividade. Possui Bacharelado em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Ceará (2012) e Mestrado em Sociologia pela Universidade Federal do Ceará (2016). É membro da Associação Brasileira de Antropologia (ABA) desde 2014. Em 2012, integrou-se ao Laboratório das Artes e das Juventudes (LAJUS/UFC), sob a coordenação da profa. Dra. Glória Maria dos Santos Diógenes. Entre 2011 a 2012, foi bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC/UFC), participando da pesquisa intitulada Juventude, cidades e redes sociais na internet, coordenada pela profa. Dra. Glória Maria dos Santos Diógenes. Em 2015, realizou Estágio em Docência na disciplina Práticas Etnográficas: Artes e Cidade do curso de Graduação em Ciências Sociais da UFC, sob a orientação da profa. Dra. Glória Maria dos Santos Diógenes.

Referências

BECKER, Howard S. Mundos da Arte. Lisboa: Livros Horizonte, 2010.

BITTENCOURT, João Batista de Menezes. Nas encruzilhadas da rebeldia: uma etnocartografia dos straightedges em São Paulo. Tese (Doutorado), Universidade Estadual de Campinas, 2011.

______. Sóbrios, firmes e convictos: uma etnocartografia dos straightedges em São Paulo. São Paulo: Annablume, 2015.

CANEVACCI, Mássimo. Culturas Extremas: Mutações juvenis nos corpos da metrópole. Rio de Janeiro, DP&A, 2005.

DAWSEY, J. C. Turner, Benjamin e Antropologia da Performance: O lugar olhado (e ouvido) das coisas. Revista Cadernos de Campo 7(2). São Paulo: USP, 2006.

______. Victor Turner e a antropologia da experiência. Revista Cadernos de Campo 13(14). São Paulo: USP, 2005.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Felix. Kafka. Por uma literatura menor. Rio de Janeiro: Imago, 1977.

DIÓGENES, G. M. S. Cartografias Da Cultura e da Violência: gangues, galeras e o movimento hip hop. 2ª. ed. São Paulo: Annablume, 2008.

______. Itinerários de corpus juvenis: o jogo, o baile e o tatame. 1. ed. São Paulo: Anna Blume, 2003.

ESPINOSA, Bento de. A Ética. Lisboa: Relógio d’Água Editores, 1992.

GOFFMAN, Erving. A representação do eu na vida cotidiana. Petropolis: Vozes, 1992.

KIPPER, Henrique A. A happy house in a black planet: Introdução à subcultura gótica. São Paulo: ed. do autor, 2008. Versão digital. Disponível em: <http://www.gothicstation.com.br> Acesso em: maio de 2015.

MEDEIROS, Abda S. Cosmologias do Rock em Fortaleza. Dissertação (Mestrado em Sociologia), Universidade Federal do Ceará, 2008.

PAIS, José Machado. Buscas de si: expressividades e identidades juvenis. In. ALMEIDA, M; EUGÊNIO, F (Orgs). Culturas jovens: novos mapas de afetos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2006.

RIBEIRO, S. S. H. P. Góticos na noite de Fortaleza: cenários, atores e hibridismos culturais. Monografia (Graduação em Ciências Sociais), Universidade Federal do Ceará, 2012.

______. Cartografias do sombrio: arte, subjetividades e performances no universo gótico de Fortaleza. Dissertação (Mestrado em Sociologia), Universidade Federal do Ceará, 2016.

ROLNIK, Suely. Cartografia Sentimental: transformações contemporâneas do desejo. São Paulo: Estação Liberdade, 1989.

SCHECHNER, Richard. O que é performance. In: O Percevejo, N. 12, p. 25-50. Rio de Janeiro: UNIRIO, 2003.

______. Ritual (do Introduction to performance stories). In: LIGIÉRO, Zeca. Performance e antropologia de Richard Schechner. Rio de Janeiro: Mauad X, 2012.

TURNER, Victor. Dewey, Dilthey e o Drama: um ensaio de Antropologia da Experiências. Revista Caderno de Campos 13(14). São Paulo: USP, 2005.

______. Ritual: estrutura e antiestrutura. Petrópolis: Vozes, 1974.

______. The Anthropology of performance. New York: PAJ Publications, 1987.

INTERNET

ESPARTILHO. In: WIKIPÉDIA, a enciclopédia livre. Flórida: Wikimedia Foundation, 2016. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Espartilho&oldid=47065467>. Acesso em junho de 2016.

MODA VITORIANA. In: WIKIPÉDIA, a enciclopédia livre. Flórida: Wikimedia Foundation, 2014. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Moda_vitoriana&oldid=38815851>. Acesso em maio de 2016.

Downloads

Publicado

2019-10-13

Como Citar

RIBEIRO, Sandra Stephanie Holanda Ponte. Cartografias do sombrio: performances, relações e afetos no evento Dança das Sombras em Fortaleza (CE). Latitude, Maceió-AL, Brasil, v. 12, n. 2, p. 118–135, 2019. DOI: 10.28998/lte.2018.n.2.5154. Disponível em: https://seer.ufal.br/index.php/latitude/article/view/5154. Acesso em: 14 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê "Cenas musicais: performances artísticas, consumos e estilos de vida"

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.