Pesquisa quantitativa em turismo: os dados gerados são válidos e confiáveis?

Thiago Coelho Soares, João Coelho Soares, Sandro Vieira Soares

Resumo


O objetivo desta pesquisa é verificar se a geração de dados primários nas publicações nacionais em turismo é válido e confiável. Para tanto se analisou os periódicos da área com Qualis B2 ou superior. O processo de pesquisa foi realizado em três etapas: Delimitação do escopo de análise; Seleção dos artigos; análise de forma quantitativa, visando descrever as principais características dos trabalhos selecionados. Considerando que na pesquisa quantitativa o rigor é caracterizado pela validade e confiabilidade dos dados gerados, se estudou se os artigos apresentavam rigor científico. Procurou-se identificar nos artigos que possuíam pesquisa de campo quantitativa com questionário se foram adotados procedimentos estatísticos para validar e confiar os resultados, tais como: Análise Fatorial; Teoria da resposta ao Item; Análise da consistência interna; Análise da linearidade dos dados; Análise da homoscedasticidade dos dados; Análise de multicolinearidade dos dados. Os resultados apontaram para uma pequena quantidade de estudos adotando tais técnicas. Desta forma se conclui que o campo da pesquisa em Turismo precisa se preocupar em gerar dados primários válidos e confiáveis.


Palavras-chave


Turismo, Pesquisa Quantitativa, Validade, Confiabilidade, Questionário

Texto completo:

PDF



Locations of visitors to this page

Revista Iberoamericana de Turismo - RITUR Penedo, Alagoas, Brasil. ISSN: 2236-6040.


Licença Creative Commons
Os originais publicados na Revista Iberoamericana de Turismo estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons 3.0 Brasil (obrigatoriedade de atribuição de créditos/vedado uso comercial/vedada criação de obras derivadas/permitida citação referenciada).