Raul Seixas:

“Baú”, habitus e juventude em Salvador nas décadas de 1950/1960

Autores

  • Lucas souza UNILAB
  • Janaina Lobo

DOI:

https://doi.org/10.28998/lte.2022.n.2.14807

Palavras-chave:

Sociologia da Arte

Resumo

Este trabalho analisa o período de infância e juventude de Raul Seixas, na Salvador de sua mocidade (1945-1967). O objetivo central da investigação é compreender a bagagem social e familiar por ele herdada no conjunto das transformações econômicas, sociais e culturais em processo na capital baiana, na metade do século XX. Assim, este trabalho busca analisar as origens sociais e culturais do jovem Raul Seixas, em certa medida incorporadas como disposições duráveis em seu habitus artístico, e a cadeia de oportunidades e constrangimentos sociais a ele imposta na Salvador dos anos de 1950 e 1960.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALVES, Luciane. Raul Seixas, o Sonho da Sociedade Alternativa. São Paulo: Martin Claret, 1993.

ANDERSON, Benedict. Comunidades Imaginadas: reflexões sobre origem e difusão do nacionalismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

ANDRADE, Adriano; BRANDÃO, Paulo. Geografia de Salvador. Salvador: Editora da Universidade Federal da Bahia, 2009.

BOURDIEU, Pierre. Questões de Sociologia. Rio de Janeiro: Marco Zero, 1983.

Bourdieu, Pierre. As regras da arte: gênese e estrutura do campo literário. São Paulo: Companhia das letras, 1996.

BUENO, Zuleica. O Juvenil como Gênero Cinematográfico. IARA – Revista de Moda, Cultura e Arte – São Paulo, v.1, n. 1, abr./ago, 2008.

CASTRO, Zeão. A Jovem Guarda na Bahia. Salvador: Alba, 2015.

DURKHEIM, Émile. Da divisão do trabalho social. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

ELIAS, Norbert. Mozart: Sociologia de um gênio. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1995.

ESSINGER, Silvio (Org.). O Baú do Raul Revirado. Rio de Janeiro: Ediouro, 2005.

FREUD, Sigmund. Uma lembrança de infância de Leonardo da Vinci. In: ______. Arte, literatura e os artistas. Belo Horizonte: Autêntica, 2015.

FRIEDLANDER, Paul. Rock and roll: uma história social. São Paulo: Ed. Record, 2002.

GAMA, Thildo. Raul Seixas: entrevistas e depoimentos. São Paulo: Pen Comércio e Comunicações LTDA., 1997.

GARSON, Marcelo. Jovem Guarda: a construção social da juventude na indústria cultural. Tese – Doutorado em Sociologia – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015.

GOFFMAN, Erving. A representação do eu na vida cotidiana. Petrópolis, Vozes, 1985.

GUERRA, Paula. A instável leveza do rock. Gênese, dinâmica e consolidação do rock alternativo em Portugal. Tese (Doutorado em Sociologia) – Faculdade de Letras, Universidade do Porto, Porto, 2010.

GUERRA, Paula; ALVES, Thiago; SOUZA, Lucas. Para uma nova caixa de Pandora: esboço de um roteiro heurístico pela Sociologia da música. Música Popular em Revista, Campinas, ano 4, v. 1, p. 102-134, 2015.

HALL, Stuart. A identidade cultural da pós-modernidade. São Paulo: DP&A, 2006.

HOBSBAWM, Eric. Era dos Extremos: o breve século XX: 1914-1991. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (Censo Demográfico 1950).

LEAL, Geraldo; FILHO, Luis. Um cinema chamado saudade. Salvador: Gráfica Santa Helena, 1997.

LUDWIG, Selma Costa. Mudanças na vida cultural de Salvador 1950-1970. Dissertação – Mestrado em Ciências Sociais - Sociais da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 1992.

MATTOSO, Kátia. Bahia, século XIX; uma província no império. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1992.

MEAD, Herbert. Mind, Self and society: from the standpoint of a social behaviorist. Chicago: The University of Chicago, 1972.

MORIN, Edgar. As estrelas: mito e sedução no cinema. Rio de Janeiro: José Olympio, 1989.

OLIVEIRA, Francisco (Org.). Bahia de Todos os Pobres. Petrópolis: Vozes, 1980.

OLIVEIRA, Francisco (Org.). O elo perdido: classe e identidade de classe. São Paulo: Brasiliense, 1987.

OLIVEIRA, Paulo. Organização da cultura na “Cidade da Bahia”. Tese – Doutorado em Comunicação – Faculdade de Comunicação, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2002.

PASSOS, Sylvio. Raul Seixas por ele mesmo. São Paulo: Martin Claret, 1990.

RISÉRIO, Antônio. Avant-gard na Bahia. São Paulo: Instituto Lina Bo e PM Bardi, 1995.

RISÉRIO, Antônio. Uma História da Cidade da Bahia. Rio de Janeiro: Versal Editores, 2004.

RISÉRIO, Antônio. Edgar Santos e a reinvenção da Bahia. Rio de Janeiro: Versal, 2013.

RUBIM, Antônio; COUTINHO, Simone; ALCÂNTARA, Paulo Henrique. Salvador nos anos 50 e 60: encontros e desencontros com a cultura. Revista de Arquitetura e Urbanismo. Salvador, vol. 3, n. 1, 1990.

SANTANA, Jussilene. Impressões modernas: teatro e jornalismo na Bahia. Salvador: Vento Leste, 2009.

SEIXAS, Kika (Org.). Raul Rock Seixas. São Paulo: Ed. Globo, 1995.

SEIXAS, Raul. As aventuras de Raul Seixas na cidade de Thor. Rio de Janeiro: Shogun Art, 1983.

SOUZA, George. Entre o religioso e o político: uma história do círculo operário na Bahia. Dissertação – Mestrado em História – Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 1996.

SOUZA, Lucas. Construção e autoconstrução de um mito: análise sociológica da trajetória artística de Raul Seixas. Tese (Doutorado em Sociologia). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016.

SOUZA, Tárik (Org.). O Baú do Raul. São Paulo: Globo, 1993.

SPANNENBERG, Ana Cristina et al. Do ceticismo à consolidação: a TV na Bahia Notas sobre a primeira década de televisão em Salvador. Revista Brasileira de História da Mídia. Vol. 1, n. 2, 2012.

VELOSO, Caetano. A Verdade Tropical. São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

Matérias de Jornais:

CABRAL, Sérgio. “Do lado errado”. O Globo, Rio de Janeiro, p. 35, (29/11/1975).

OLIVEIRA, Carlos. “Ouro de tolo”. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, ed. 154, p. 61, (09/09/1973).

Downloads

Publicado

2022-01-31

Como Citar

SOUZA, Lucas; LOBO, Janaina. Raul Seixas:: “Baú”, habitus e juventude em Salvador nas décadas de 1950/1960. Latitude, Maceió-AL, Brasil, v. 16, n. 2, p. 216–241, 2022. DOI: 10.28998/lte.2022.n.2.14807. Disponível em: https://seer.ufal.br/index.php/latitude/article/view/14807. Acesso em: 21 jul. 2024.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.