A utilização de imagens e textos como estratégias de banalização e modos de naturalização das desigualdades em notícias sobre a pobreza dentro dos jornais

Autores

  • Bruna Clézia Madeira Neri UFRGS- PPG de Psicologia Social e Institucional
  • Francisca Denise Silva do Nascimento UFC

DOI:

https://doi.org/10.28998/lte.2016.n.1.2194

Palavras-chave:

Ideologia, Desigualdade, Mídia, Análise Crítica do Discurso, Jornal.

Resumo

Nossa discussão versa sobre as estratégias de naturalização e modos de banalização que são construídas dentro das notícias de um jornal. Os fatos que o jornal narra acabam por carregar ideologias que reificam e banalizam determinadas situações e pessoas, alimentando estereótipos e preconceitos. Este artigo expõe categorias que servirão como molde para o recorte do problema, dentre elas: A Pobreza, a Exclusão e a Desigualdade. Buscando entender melhor o papel da mídia na elaboração das notícias, faremos um estudo das conceituações sobre Ideologia, tema de central importância para a compreensão das estratégias de banalização e naturalização aqui discutidas e utilizamos como base para esta apresentação a metodologia da Análise Crítica do Discurso (ACD). Na análise propriamente dita, trabalhamos com notícias veiculadas pelo jornal cearense O Diário do Nordeste (DN), fonte de dados que nos permite apontar e debater as categorias propostas no início de nossa explanação.

Palavras-chave: Ideologia; Desigualdade; Mídia; Análise Crítica do Discurso; Jornal. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruna Clézia Madeira Neri, UFRGS- PPG de Psicologia Social e Institucional

Psicóloga graduada pela Universidade Federal do Ceará - Campus Sobral desde julho de 2013. Atualmente, é mestranda (no 2º ano) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul no Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional. Atuou durante a graduação em diversos projetos de extensão, sendo o LABORATÓRIO DE ESTUDOS DAS DESIGUALDADES - LAEDES, um dos mais importantes para sua trajetória acadêmica. Estuda pobreza, exclusão, desigualdades e mídias desde 2010. Foi monitoria do departamento de Sociologia por dois anos, desenvolvendo atividades relativas à docência nos cursos de Psicologia, Odontologia, Ciências Econômicas e Finanças da UFC durante esse período. Também desenvolveu atividades como monitora voluntária da disciplina de Introdução à Psicologia durante o ano de 2012. Foi bolsista remunerada do Programa de Educação Tutorial - PET Psicologia durante um ano e nove meses. Atualmente, é membro do Grupo de Pesquisa "Ideologia, Comunicação e Representações Sociais" da UFRGS e membro da rede colaborativa da Pesquisa "Resilience and Porosity of City Borders: a Psychosocial Investigation in three Brazilian cities" em parceria com a London School of Economics em Londres - UK e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS. Tem os estudos direcionados para a linha de pesquisa da Psicologia Social Crítica que trabalha com Representações Sociais, Mídia, estudos sobre a Extrema Pobreza e a Exclusão Social, processos de transformação socioeconômica e impactos das Desigualdades na sociedade capitalista contemporânea.

Francisca Denise Silva do Nascimento, UFC

DOutora em Ciências Sociais pela UFC - Campus Sobral

Referências

BAUER, Martin W.; GASKELL, George et al.Pesquisa Qualitativa com Texto, Imagem e Som: Um manual prático. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

BAUER, M. W; AARTS, B. A construção do corpus: um princípio para a coleta de dados quantitativos. In BAUER, Martin W.; GASKELL, George et al.Pesquisa Qualitativa com Texto, Imagem e Som: Um manual prático. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

Downloads

Publicado

2018-05-15

Como Citar

NERI, Bruna Clézia Madeira; SILVA DO NASCIMENTO, Francisca Denise. A utilização de imagens e textos como estratégias de banalização e modos de naturalização das desigualdades em notícias sobre a pobreza dentro dos jornais. Latitude, Maceió-AL, Brasil, v. 10, n. 1, 2018. DOI: 10.28998/lte.2016.n.1.2194. Disponível em: https://seer.ufal.br/index.php/latitude/article/view/2194. Acesso em: 25 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.