A construção do ponto de vista por meio das relações dialógicas da linguagem: o discurso do outro como recurso argumentativo em produções textuais de vestibulandos

Raul Guilherme Candido da Silva
UFPE

Resumo

Este trabalho tem como objetivo analisar como as formas de utilização do discurso do outro – seja ele reportado de forma direta ou indireta (VOLÓCHINOV, [1929] 2017) – servem para tecer a construção do ponto de vista (RABATEL, 2013; 2016) no discurso argumentativo. Para tanto, escolhemos como corpus de investigação duas redações dissertativo-argumentativas que foram produzidas por vestibulandos candidatos à prova do Enem em 2019. Com análise dos textos, percebemos que os estudantes não abrem mão de trazer a voz do outro para dar respaldo aos argumentos de seus textos. No entanto, eles apresentam graus diferentes de domínio de utilização desse recurso, que, às vezes, é utilizado de forma desconecta de todo o restante do texto; e, em outros momentos, corroboram à construção textual-discursiva da redação.

Biografia(s)

Raul Guilherme Candido da Silva, UFPE

Mestrando em Letras (Bolsista Capes) e Graduando em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Graduado em Letras-Português pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

Como Citar

CANDIDO DA SILVA, R. G. A construção do ponto de vista por meio das relações dialógicas da linguagem: o discurso do outro como recurso argumentativo em produções textuais de vestibulandos. Leitura, [S. l.], n. 66, p. 111–121, 2020. DOI: 10.28998/2317-9945.202066.111-121. Disponível em: https://seer.ufal.br/index.php/revistaleitura/article/view/10045. Acesso em: 24 fev. 2024.

Licença

Copyright (c) 2020 Leitura