A construção do ponto de vista por meio das relações dialógicas da linguagem: o discurso do outro como recurso argumentativo em produções textuais de vestibulandos

Autores

  • Raul Guilherme Candido da Silva UFPE

DOI:

https://doi.org/10.28998/2317-9945.2020v0n66p111-121

Resumo

Este trabalho tem como objetivo analisar como as formas de utilização do discurso do outro – seja ele reportado de forma direta ou indireta (VOLÓCHINOV, [1929] 2017) – servem para tecer a construção do ponto de vista (RABATEL, 2013; 2016) no discurso argumentativo. Para tanto, escolhemos como corpus de investigação duas redações dissertativo-argumentativas que foram produzidas por vestibulandos candidatos à prova do Enem em 2019. Com análise dos textos, percebemos que os estudantes não abrem mão de trazer a voz do outro para dar respaldo aos argumentos de seus textos. No entanto, eles apresentam graus diferentes de domínio de utilização desse recurso, que, às vezes, é utilizado de forma desconecta de todo o restante do texto; e, em outros momentos, corroboram à construção textual-discursiva da redação.

Biografia do Autor

Raul Guilherme Candido da Silva, UFPE

Mestrando em Letras (Bolsista Capes) e Graduando em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Graduado em Letras-Português pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

Downloads

Publicado

12/12/2020

Como Citar

CANDIDO DA SILVA, R. G. A construção do ponto de vista por meio das relações dialógicas da linguagem: o discurso do outro como recurso argumentativo em produções textuais de vestibulandos. Leitura, [S. l.], n. 66, p. 111–121, 2020. DOI: 10.28998/2317-9945.2020v0n66p111-121. Disponível em: https://seer.ufal.br/index.php/revistaleitura/article/view/10045. Acesso em: 11 ago. 2022.

Edição

Seção

Estudos Linguísticos