A variação linguística na Base Nacional Comum Curricular: por uma pedagogia da variação linguística nos componentes de língua portuguesa do ensino fundamental e médio

Autores

  • Milena Santos Cardoso Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB)
  • Jakeline Semechechem Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB)

DOI:

https://doi.org/10.28998/2317-9945.2020v0n66p179-200

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar como a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) propõe o trabalho com a variação linguística nos componentes de língua portuguesa do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, buscando compreender se o que é proposto contempla uma pedagogia da variação linguística. Os principais pressupostos teóricos que orientam este estudo são da Sociolinguística, em especial, da Sociolinguística Educacional, com a discussão de conceitos como heterogeneidade da língua, variação linguística, variação linguística e ensino, pedagogia da variação linguística, entre outros. (BAGNO, 2003; 2007; 2013; BORTONI-RICARDO, 2004; 2005; CYRANKA, 2016; FARACO, 2008; 2015; 2017; 2020; SCHERRE, 2008). Os procedimentos metodológicos adotados foram a pesquisa de abordagem qualitativa do tipo documental. Os resultados da análise mostram que, embora o documento contemple alguns dos objetivos da pedagogia da variação, ele não dá conta de todas as questões que deveriam ser trabalhadas para se ter uma efetiva pedagogia da variação linguística no ensino de língua portuguesa no Ensino Fundamental e Médio.

Biografia do Autor

Milena Santos Cardoso, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB)

Licencianda em Letras na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e membro do grupo de pesquisa "Língua(gem), Letramentos, Diversidade e Formação docente".

Jakeline Semechechem, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB)

Professora da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), na área de Estágio Supervisionado de Língua Portuguesa do Centro de Formação de Professores (CFP), onde também é vice-líder do Grupo de Pesquisa "Língua(gem), Letramentos, Diversidade e Formação docente".  É doutora em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM/PR), com estágio de doutoramento na Universidade de Coimbra (UC/PT), mestre em Letras pela Universidade Estadual de Maringá e graduada em Letras pela Universidade Estadual do Centro - Oeste. Desenvolve trabalhos na Linguística Aplicada, contemplando temas como letramento, ensino e aprendizagem de língua portuguesa, multilinguismo, políticas linguísticas e formação docente.

Downloads

Publicado

12/12/2020

Como Citar

SANTOS CARDOSO, M.; SEMECHECHEM, J. A variação linguística na Base Nacional Comum Curricular: por uma pedagogia da variação linguística nos componentes de língua portuguesa do ensino fundamental e médio. Leitura, [S. l.], n. 66, p. 179–200, 2020. DOI: 10.28998/2317-9945.2020v0n66p179-200. Disponível em: https://seer.ufal.br/index.php/revistaleitura/article/view/10753. Acesso em: 10 ago. 2022.

Edição

Seção

Estudos Linguísticos