Anáfora e dêixis textual: alguns casos de hibridismo

Autores

  • Maria do Perpétuo Socorro de Oliveira Santos Universidade Federal do Piauí

Resumo

A Linguística Textual impulsionou o desenvolvimento dos estudos da referenciação e dos processos referenciais. Estes constituem importante componente para a coerência e coesão textual. O presente trabalho tem como objetivo investigar o hibridismo entre os processos referenciais anáfora e dêixis textual em textos mistos a partir da análise do diálogo entre as porções verbal e imagética do texto e descrever a construção de sentido através dos processos referenciais nos textos analisados. Analisa-se a ocorrência de anáfora e dêixis em quatro campanhas socioeducativas. Abordam-se os conceitos iniciais de referenciação e os tipos de processos referenciais baseados nos trabalhos de Mondada e Dubois (2017), Koch (2015), Cavalcante (2000, 2011), Silva (2014), Sousa (2005) e Ciulla e Silva (2008). Em seguida, há análises da ocorrência de hibridismo de processos referenciais em campanhas socioeducativas. Essa iniciativa estende o estudo de tal fenômeno mais comumente abordado em textos verbais a textos multimodais do gênero mencionado com a intenção de ampliar esse nicho. Foi possível observar que a porção imagética do texto é de fundamental importância para a construção de sentido, pois é através dela que se percebe a efetivação da referenciação, claro, sem que isso diminua a importância da parte verbal que também é essencial.

Downloads

Publicado

30/12/2022

Como Citar

DE OLIVEIRA SANTOS, M. do P. S. Anáfora e dêixis textual: alguns casos de hibridismo. Leitura, [S. l.], v. 1, n. 74, p. 42–53, 2022. Disponível em: https://seer.ufal.br/index.php/revistaleitura/article/view/13258. Acesso em: 24 mar. 2023.

Edição

Seção

Estudos Linguísticos