A presença/ausência da bruxa nos contos de fadas de Marina Colasanti

Autores

  • Edilane Ferreira da Silva Universidade do Estado da Bahia - UNEB

Resumo

Os contos de fadas de Marina Colasanti representam princesas, príncipes, reis, entre outras/os personagens-tipo do contexto medieval, com exceção da controversa bruxa. Há apenas a construção de uma feiticeira, no conto “Quem me deu foi a manhã” (2009), a qual é condenada à morte na fogueira por acusação de praticar bruxaria. Em “Entre as folhas do verde O” (1979), “Debaixo da pele, a lua” (1997), “Vermelho, entre os troncos” (2009) e “São os cabelos das mulheres” (2009), as protagonistas se metamorfoseiam em lua e loba. Nos contos, essas personagens se conectam à natureza mais-que-humana e a uma natureza instintual ou selvagem, isto é, ao feminino arquetípico, e é por intermédio dessas inter-relações que elas resistem às violências patriarcais. Tais produções são lidas a partir de uma perspectiva ecofeminista, com base nas contribuições teóricas de Mies e Shiva (1993), Starhawk (1989), entre outras. Argumento que essas protagonistas, ao serem mimetizadas como mulheres conhecedoras e conectadas a elementos da natureza, são, na realidade, representações da bruxa, mas não conforme o estereótipo dos contos clássicos. Elas se vinculam às mulheres que foram consideradas bruxas e queimadas pela Inquisição. Colasanti, portanto, ainda que não categorize as personagens como bruxas, promove uma revisão da representação da bruxa nos seus contos de fadas contemporâneos e revisionistas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Edilane Ferreira da Silva, Universidade do Estado da Bahia - UNEB

Pós-doutoranda em Ecologia Humana, pela pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB), doutora em Estudos Literários, pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL), mestra em Ecologia Humana e Gestão Socioambiental (UNEB).Integra o grupo de pesquisa interdisciplinar em estudos de gênero, Mare&Sal Estudos e Pesquisas Interdisciplinares.

Downloads

Publicado

2023-12-05

Como Citar

FERREIRA DA SILVA, Edilane. A presença/ausência da bruxa nos contos de fadas de Marina Colasanti. Leitura, [S. l.], v. 1, n. 79, p. 98–112, 2023. Disponível em: https://seer.ufal.br/index.php/revistaleitura/article/view/16848. Acesso em: 28 fev. 2024.

Edição

Seção

Dossiê de Estudos Literários: Desvairadas para além de 22