Evolução histórica do destino turístico Maceió-Alagoas-Brasil: de antecedentes à atual situação

Daniel Arthur Lisboa de Vasconcelos, Lindemberg Medeiros de Araujo, Silvana Pirillo Ramos

Resumo


Este artigo consiste em um estudo qualitativo, descritivo e analítico de caso, que trilha o percurso histórico do desenvolvimento turístico da destinação Maceió-Alagoas-Brasil, até a atualidade, tendo como base uma adaptação qualitativa de modelagem de Ciclo de Vida de uma Destinação Turística, baseada no Modelo de Butler (1980) e no estudo de Rangel (2010). Para a realização desse trabalho, utilizamos dados de revisão bibliográfica, revisão documental, e a aplicação de entrevistas semiestruturadas com agentes de alta relevância na gestão pública do destino na última década. Como resultado dessa reflexão, constata-se que, historicamente, o turismo de “sol e praia” é o segmento predominante nesse destino, modelando e remodelando o espaço urbano de Maceió, com notável privilégio de equipamentos turísticos e urbanos, concentrados em trechos específicos do litoral da cidade, e conduzindo as ações políticas e mercadológicas para o fomento do destino. Também conclui-se que, há aproximadamente dez anos, o destino passa por uma fase de rejuvenescimento de sua demanda, não obstante várias limitações de ordem ambiental, política, social e cultural existam para o logro da sustentabilidade desse rejuvenescimento.

 


Palavras-chave


Evolução; História; Destino Turístico; Maceió-Alagoas-Brasil.

Texto completo:

PDF



Locations of visitors to this page

Revista Iberoamericana de Turismo - RITUR Penedo, Alagoas, Brasil. ISSN: 2236-6040.


Licença Creative Commons
Os originais publicados na Revista Iberoamericana de Turismo estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons 3.0 Brasil (obrigatoriedade de atribuição de créditos/vedado uso comercial/vedada criação de obras derivadas/permitida citação referenciada).