Turismo e Economia Solidária: uma análise nas cooperativas e associações de artesanato do Roteiro Seridó Norte Rio Grandense, Brasil.

Viviane Costa Fonseca de Almeida Medeiros, Raquel Fernandes de Macedo, Juarez Azevedo de Paiva, Francisco Fransualdo Azevedo, Maria Lucia Bastos Alvez

Resumo


O presente artigo teve como objetivo geral analisar a forma como a Economia Solidária, através do cooperativismo e do associativismo, em parceria com as atividades voltadas para o turismo, contribui para melhorar as condições sociais e econômicas dos artesãos do Roteiro Seridó. No que concerne a metodologia aplicada trata-se de uma pesquisa descritiva com abordagem quali-quantitativa, posto que foram aplicados 202 questionários no Roteiro Seridó do Rio Grande do Norte situado no Brasil, o qual utilizou-se de porcentagens e teste de Fisher, além disso teve uma descrição e interpretação dos dados obtidos. Os resultados da pesquisa indicaram que há uma maior inserção de mulheres na atividade econômico-solidárias, além disso os empreendimentos são formados na maior parte por associações. Ademais, houveram melhorias na qualidade de vida das pessoas que trabalham em tais tipos de empreendimentos, principalmente dos associados. Conclui-se que apesar das melhorias indicadas necessita-se ainda de um maior intercâmbio com as empresas turísticas como meios e hospedagem e restaurantes para venda de seus produtos para os mesmos.         


Palavras-chave


Economia solidária. Turismo. Roteiro Seridó. Cooperativas. Associações.

Texto completo:

PDF



Locations of visitors to this page

Revista Iberoamericana de Turismo - RITUR Penedo, Alagoas, Brasil. ISSN: 2236-6040.


Licença Creative Commons
Os originais publicados na Revista Iberoamericana de Turismo estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons 3.0 Brasil (obrigatoriedade de atribuição de créditos/vedado uso comercial/vedada criação de obras derivadas/permitida citação referenciada).