IDENTIDADES SOB O TURISMO: A ITALIANIDADE NO SUL DO BRASIL

Susana de Araujo Gastal, Fabiana de Lima Sales

Resumo


Entre as questões decorrentes da passagem da Modernidade para a Pós-Modernidade, estão as identidades, vistas pelo pensamento contemporâneo como uma construção de sentido. O artigo discute a participação da Educação Patrimonial nesse contexto, inclusive como ferramenta de validação de culturas hegemônicas. Retoma-se um estudo realizado por Sales (2006) em um museu municipal, no qual a Educação Patrimonial se dá em torno da italianidade ainda presente na comunidade, alimentando, entre outros, o imaginário turístico. Procura-se, nesses termos, mostrar como teorias europeias continuam sendo aplicadas no país e, nas suas adequações locais, manteriam o que Roberto Schwarz (1977) denomina de ideias fora do lugar. Neste amplo processo, se constitui o que estamos propondo como identidades sob o turismo, para avançar no seu estudo.

 


Palavras-chave


Turismo. Identidades. Educação Patrimonial. Italianidade.

Texto completo:

PDF



Locations of visitors to this page

Revista Iberoamericana de Turismo - RITUR Penedo, Alagoas, Brasil. ISSN: 2236-6040.


Licença Creative Commons
Os originais publicados na Revista Iberoamericana de Turismo estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons 3.0 Brasil (obrigatoriedade de atribuição de créditos/vedado uso comercial/vedada criação de obras derivadas/permitida citação referenciada).