Turismo e Redes Sociais: reflexões sobre ética e fotografia no contexto do Memorial do Holocausto, Berlim/Alemanha

Steffany Christine Duarte Bertoldi, Monalisa Barbosa Alves

Resumo


O ato de viajar é uma forma do indivíduo se comunicar com o mundo que o cerca. Conhecer novos lugares, contemplar paisagens e sair do ambiente cotidiano proporciona diversos sentimentos que despertam sensações e emoções. Visitar pontos turísticos no mundo contemporâneo está intimamente ligado à prática de fotografar. Nunca houve tamanha produção, reprodução e difusão de imagens como existe nos dias de hoje. A aquisição de imagens fotográficas organiza nossas experiências e envolve nossas recordações enquanto turistas. Diante disto, questiona-se: “qual o limite entre materialização da experiência e ética?”. Neste sentido, o presente trabalho propõe analisar, por meio das fotografias tiradas no Monumento do Holocausto e postadas na rede social Instagram, a relação entre a necessidade excessiva de tirar fotografias dos lugares visitados exibindo-as como memória material nas redes sociais e a ética. O trabalho consiste em um estudo exploratório baseado em pesquisa bibliográfica e análise de imagens. Os principais resultados obtidos revelaram que ainda que haja uma reflexão e tomada de consciência sobre o local, sua representatividade e sua importância, a figura central do “eu” se apropria de todo o contexto e renega toda a história que ali existe. O ato de ir já não é mais suficiente, torna-se necessário o ir e ser visto perante o coletivo.


Palavras-chave


Turismo; Redes Sociais;Ética;Memorial do Holocausto

Texto completo:

PDF



Locations of visitors to this page

Revista Iberoamericana de Turismo - RITUR Penedo, Alagoas, Brasil. ISSN: 2236-6040.


Licença Creative Commons
Os originais publicados na Revista Iberoamericana de Turismo estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons 3.0 Brasil (obrigatoriedade de atribuição de créditos/vedado uso comercial/vedada criação de obras derivadas/permitida citação referenciada).