A negação da nomenclatura e o isolamento do nome próprio

Autores

  • Stefania Montes Henriques Universidade Estadual de Campinas Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.28998/2317-9945.2019v1n62p152-172

Palavras-chave:

Nomes próprios, Ferdinand de Saussure, CLG, Arbitrariedade

Resumo

Neste artigo, investigamos as considerações de Ferdinand de Saussure sobre a categoria linguística dos nomes próprios, especificamente na obra responsável fundação da Linguística Moderna: o Curso de Linguística Geral. Com o intuito de apreender de que maneira o nome próprio é considerado nessa obra, priorizamos dois pontos principais: a negação da nomenclatura e a única menção dessa categoria feita no CLG. Partimos do pressuposto de que, apesar de não ser evidente, tanto a negação da nomenclatura quanto os nomes próprios relacionam-se com aspectos importantes da teoria saussuriana, tais como: arbitrariedade do signo, valor e parole.


The negation of nomenclature and the isolation of proper name

In this work we aim to investigate Ferdinand de Saussure’s considerations about the linguistic cathegory of proper names, specifically in the work responsible by the foundation of Modern Linguistics: Course in General Linguistics. In order to comprehend in which way the proper name is considered in that work, we prioritize two main points: the denial of nomenclature and the single mention of this category made in the CGL. We start from the assumption that, although it is not evident, both the denial of nomenclature and the proper names are related with important aspects of Saussure’s theory, such as the arbitrariness of sign, the value and the speech.

Keywords: Proper names. Ferdinand de Saussure. CLG. Arbitrariness


DOI: 10.28998/2317-9945.2019v1n62p152-172

Biografia do Autor

Stefania Montes Henriques, Universidade Estadual de Campinas Universidade Federal de Uberlândia

Gradua em Letras Português/Francês e respectivas literaturas  e Mestre em Estudos Linguísticos pela Universidade Federal de Uberlândia. Atualmente, é doutoranda em Linguística na Universidade Estadual de Campinas e Professora Substituta na Universidade Federal de Uberlândia. Participa do Grupo de Pesquisa Ferdinand de Saussure (GPFdS/UFU/Cnpq) e do Grupo de Pesquisa em Aquisição da Linguagem (GPAL/UNICAMP/Cnpq)

Downloads

Publicado

04/12/2018

Como Citar

HENRIQUES, S. M. A negação da nomenclatura e o isolamento do nome próprio. Leitura, [S. l.], v. 1, n. 62, p. 152–172, 2018. DOI: 10.28998/2317-9945.2019v1n62p152-172. Disponível em: https://seer.ufal.br/index.php/revistaleitura/article/view/4998. Acesso em: 17 ago. 2022.