Ação docente responsiva ativa e pesquisa de auto-observação na perspectiva da linguística aplicada

Autores

  • Silvio Nunes da Silva Júnior Universidade Federal de Alagoas

DOI:

https://doi.org/10.28998/2317-9945.202067.375-388

Resumo

Tomado o caráter problematizador dado pela contemporaneidade à Linguística Aplicada, proponho, neste artigo, uma discussão sobre a ação docente responsiva ativa (SILVA JÚNIOR; ZOZZOLI, 2020), de modo a frisar a relevância social da pesquisa de auto-observação na atuação do professor de línguas como um investigador de sua própria prática. A articulação teórico-prática que desenvolvo relaciona a Análise Dialógica do Discurso (ADD) a teorias vinculadas ao ensino e à formação docente. Apropriando-me da noção de acabamento (MEDVEDEV, 2012), destaco que estudos e pesquisas precisam problematizar mais efetivamente a formação dos professores de línguas, os quais, por meio da auto-observação, podem responder às demandas sociais com práticas dialógicas que agreguem reflexão e ação (FREIRE, 2010), como quer uma Linguística Aplicada responsiva e responsável.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silvio Nunes da Silva Júnior, Universidade Federal de Alagoas

Doutorando e mestre em Linguística pelo Programa de Pós-graduação em Linguística e Literatura da Universidade Federal de Alagoas (PPGLL/UFAL). Professor Substituto Assistente A na Faculdade de Letras da Universidade Federal de Alagoas (FALE/UFAL). Líder do Grupo de Estudo das Narrativas Alagoanas (GENA/CNPq/UNEAL) e pesquisador do Grupo de Estudos Discurso, Ensino e Aprendizagem de Línguas e Literaturas (GEDEALL/CNPq/UFAL).

Downloads

Publicado

2020-12-15

Como Citar

SILVA JÚNIOR, Silvio Nunes da. Ação docente responsiva ativa e pesquisa de auto-observação na perspectiva da linguística aplicada. Leitura, [S. l.], n. 67, p. 375–388, 2020. DOI: 10.28998/2317-9945.202067.375-388. Disponível em: https://seer.ufal.br/index.php/revistaleitura/article/view/10810. Acesso em: 29 fev. 2024.