Uma perspectiva textual para o ensino de sequência em interação digital: um olhar reflexivo para o Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica – SPAECE

Autores

  • Isabel Muniz Lima Universidade Federal de Alagoas
  • Sâmia Araújo dos Santos Universidade Federal do Ceará (UFC)
  • Francisca Verônica de Carvalho Leal Secretaria de Educação do Município de Fortaleza (CE)
  • Virgínia de Fátima da Silva Ferreira Secretaria de Educação do Município de Fortaleza (SME)

DOI:

https://doi.org/10.28998/2317-9945.202375.77%20-%2094

Resumo

Este artigo apresenta reflexões teórico-práticas para o ensino das sequências narrativa e argumentativa visando ao Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Estado do Ceará (SPAECE). Sob a perspectiva teórica da Linguística Textual (ADAM, 2019; CAVALCANTE; BRITO, 2020; MARCUSCHI, 2008; XXX, 2022), este trabalho apresenta possibilidades de ensino e aprendizagem com interação em contexto digital relacionadas a dois descritores relativos a procedimentos de leitura: identificar o tema ou assunto de um texto e distinguir fato de opinião relativa ao fato. A abordagem metodológica é teórico-prática, na medida em que discutimos aspectos teóricos sobre as sequências narrativa e argumentativa e analisamos exemplos de gêneros diversos que podem ser discutidos em sala de aula visando o trabalho com a avaliação externa SPAECE. Nas discussões apresentadas, propomos que o ensino de leitura, sobretudo nas aulas em que se trabalham os descritores em questão, esteja relacionado ao estudo das sequências narrativa e argumentativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Isabel Muniz Lima, Universidade Federal de Alagoas

Professora na Faculdade de Letras da Universidade Federal de Alagoas (Fale/UFAL). Doutora em Linguística pela Universidade Federal do Ceará (UFC) em cotutela pela Universidade Nova de Lisboa (NOVA). Membro dos grupos de pesquisa Protexto (UFC), Gramática & Texto (NOVA) e Gedeall (UFAL).

Sâmia Araújo dos Santos, Universidade Federal do Ceará (UFC)

Professora da Secretaria de Educação do Estado do Ceará (SEDUC) e do Mestrado Profissional em Letras da Universidade Federal do Ceará (UFC). Doutora em Linguística Aplicada pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Membro do grupo de pesquisa Protexto (UFC).

Francisca Verônica de Carvalho Leal, Secretaria de Educação do Município de Fortaleza (CE)

Professora da Secretaria de Educação do Município de Fortaleza (SME). Especialista em Argumentação e Oratória (Barão de Mauá). Mestranda pelo Programa Profissional em Letras -PROFLETRAS- Universidade Federal do Ceará (UFC). Membro do grupo de pesquisa Protexto (UFC).

Virgínia de Fátima da Silva Ferreira, Secretaria de Educação do Município de Fortaleza (SME)

Professora da Secretaria de Educação do Município de Fortaleza (SME). Especialista em Linguística Textual e Ensino (UFRN). Mestranda pelo Programa Profissional em Letras - ProfLetras da Universidade Federal do Ceará (UFC). Membro dos grupos de pesquisa Protexto (UFC) e Pralit (UFC).

Downloads

Publicado

2023-04-28

Como Citar

MUNIZ LIMA, Isabel; ARAÚJO DOS SANTOS, Sâmia; DE CARVALHO LEAL, Francisca Verônica; DE FÁTIMA DA SILVA FERREIRA, Virgínia. Uma perspectiva textual para o ensino de sequência em interação digital: um olhar reflexivo para o Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica – SPAECE. Leitura, [S. l.], v. 1, n. 75, p. 77–94, 2023. DOI: 10.28998/2317-9945.202375.77 - 94. Disponível em: https://seer.ufal.br/index.php/revistaleitura/article/view/14680. Acesso em: 28 fev. 2024.