A marcação do plural no sistema signwriting: uma abordagem morfossintática

Autores

  • Débora Campos Wanderley Universidade Federal de Santa Catarina
  • Marianne Rossi Stumpf Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.28998/2317-9945.2016v1n57p147-171

Palavras-chave:

libras, plural, signwriting

Resumo

Neste artigo apresentaremos alguns sinais escritos referentes aos aspectos linguísticos da marcação do plural na língua brasileira de sinais. O objetivo deste trabalho é analisar a flexão de plural nas produções escritas feitas em sala de aula, por alunos surdos e ouvintes, na disciplina de Escrita de Sinais II, do curso de Letras Libras da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em 2014. Pretende-se também discutir as estratégias envolvidas no ensino-aprendizagem da língua brasileira de sinais por meio da escrita e pelo sistema SignWriting. Com isso, identificamos que os produtores dos textos analisados na nossa pesquisa usam na escrita de sinais a flexão de plural, e nessa marcação encontramos um caráter de regularidade representado pelos sinais, que poderão auxiliar na teoria dos estudos linguísticos das línguas de sinais. 

 

DOI: 10.28998/2317-9945.2016v1n57p147-171

Biografia do Autor

Débora Campos Wanderley, Universidade Federal de Santa Catarina

departamento de Libras

Marianne Rossi Stumpf, Universidade Federal de Santa Catarina

departamento de Libras

Downloads

Publicado

31/10/2017

Como Citar

WANDERLEY, D. C.; STUMPF, M. R. A marcação do plural no sistema signwriting: uma abordagem morfossintática. Leitura, [S. l.], v. 1, n. 57, p. 147–171, 2017. DOI: 10.28998/2317-9945.2016v1n57p147-171. Disponível em: https://seer.ufal.br/index.php/revistaleitura/article/view/2686. Acesso em: 9 dez. 2022.

Edição

Seção

Teorias Linguísticas - Línguas de Sinais