A re (visão) da casa. Uma análise fenomenológica do espaço doméstico em A casa velha da ponte, de Cora Coralina

Autores

  • Danilo de Oliveira Nascimento Universidade Federal de Rondonópolis

DOI:

https://doi.org/10.28998/2317-9945.2020v0n66p297-308

Palavras-chave:

Fenomenologia, Crônicas, Espaço

Resumo

O artigo fundamenta-se nos estudos da fenomenologia do espaço, reiteradamente em Bachelard (2012) e Merleau-Ponty (2015), para problematizar a projeção e a apreensão da imagem do espaço doméstico no conto A Casa Velha da Ponte, de Cora Coralina (1889-1985). Ao partirmos do pressuposto de que o espaço narrativo se mostra sob certa perspectiva visual e sensorial, ressaltamos que a percepção da imagem da casa, para os leitores, ocorre por intermédio da intersecção do relato de experiência de moradia da narradora a outros relatos de moradores antigos da casa. A narração destas experiências torna evidente a significação arquitetônica do ambiente doméstico projetada a partir da intimidade de moradia, o que traduz as habilidades e os conhecimentos espaciais dos habitantes da casa. Nesse sentido, os ajustes visuais e sensoriais do leitor aos modos de narração e de apresentação do espaço doméstico permitem que a casa seja percebida como um corpo envelhecido pelas experiências de moradia da narradora.

Biografia do Autor

Danilo de Oliveira Nascimento, Universidade Federal de Rondonópolis

Graduado em Letras - Língua Portuguesa e Literaturas da Língua Portuguesa pela Universidade Federal de Mato Grosso.

Mestre em Teoria e História Literária pela Universidade Estadual de Campinas.

Doutor em Teoria e História Literária pela Universidade Estadual de Campinas

Professor Associado do Departamento de Letras da Universidade Federal de Rondonópolis

Downloads

Publicado

12/12/2020

Como Citar

NASCIMENTO, D. de O. A re (visão) da casa. Uma análise fenomenológica do espaço doméstico em A casa velha da ponte, de Cora Coralina. Leitura, [S. l.], n. 66, p. 297–308, 2020. DOI: 10.28998/2317-9945.2020v0n66p297-308. Disponível em: https://seer.ufal.br/index.php/revistaleitura/article/view/10468. Acesso em: 10 ago. 2022.

Edição

Seção

Estudos Literários