Escrita científica e ensino por investigação em ciências

análise de textos do ensino fundamental

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2022v14n35p434-456

Palavras-chave:

ensino de ciências, ensino por investigação, alfabetização científica.

Resumo

O presente artigo analisa a produção de textos de alunos do 5º ano de uma escola pública do sul da Bahia, após a resolução de um problema investigativo. As produções foram analisadas com base em: tipos de textos que são escritos em aulas investigativas, e, a existência de aspectos que caracterizam a escrita científica. Os dados revelam que: alguns alunos já iniciam na escrita a construção relações causais para o fenômeno estudado; e os alunos constroem o texto fazendo uso de alguns elementos característicos da linguagem científica. Conclui-se que, a proposição de atividades investigativas e de produções textuais nas aulas de Ciências pode aproximar os alunos ainda mais das relações entre alfabetização e alfabetização científica, promovendo a relação com elementos da cultura científica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Keici Almeida, Secretaria de Educação - Pará.

É mestre em Educação em Ciências pela Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC, possui especialização em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade Estadual de Santa Cruz, é graduada em Licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Sudoeste da Bahia - UESB -BA. Atuou por quatro anos junto ao Programa Universidade Para Todos - UPT, sendo três anos como professora de Biologia e um ano como coordenadora do referido projeto no município de Nova Canaã. Tem experiência na área de estágio supervisionado, pois atuou como Tutora de Estágio do curso de Licenciatura em Biologia da UESC, modalidade EaD.

Viviane Briccia, UESC - Universidade Estadual de Santa Cruz

Possui graduação em Física - Licenciatura pela Universidade de São Paulo (1998), mestrado em Educação pela Universidade de São Paulo (2003) e doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (2012), com um estágio na Universidade de Valência (Esapanha), com o tema Competências docentes em um projeto de inovação para a Educação Científica.Atualmente é professora Titular do Departamento de Educação da Universidade Estadual de Santa Cruz. Tem experiência na área de Educação básica como professora de Física nos ensino Médio e Fundamental e no Ensino Superior com ênfase em Ensino de Ciências, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de ciências, alfabetização científica nos anos iniciais, ensino por investigação e formação de professores. 

Luciana Sedano, Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade de São Paulo, mestrado e doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo. Possui experiência na docência da Educação Infantil e anos iniciais do Ensino Fundamental. Possui experiência também na docência em Educação de Jovens e Adultos e em Orientação Pedagógico-Educacional do Ensino Fundamental e Médio. Atua em diferentes projetos de formação de professores. Professora de cursos de especialização em ensino de ciências, educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental. Atualmente é Professora Titular do Departamento de Ciências da Educação da Universidade Estadual de Santa Cruz (BA). Docente Permanente do Programa de Mestrado Profissional em Educação: Formação de Professores da Educação Básica e do Programa de Mestrado Acadêmico em Educação em Ciências e Matemática. Pesquisa principalmente nas seguintes áreas temáticas: didática e práticas de ensino, ensino de Ciências, ensino por investigação e formação de professores.

Referências

ALMEIDA, K. S. Ensino Por Investigação: identificando elementos de escrita científica na produção textual de alunos do ensino fundamental. (Dissertação de Mestrado). Programa de pós-graduação em educação em ciências da Universidade Estadual de Santa Cruz, Ilhéus, 2015.

BARRAS. Robert. Os cientistas precisam escrever – Guia de redação para cientistas, engenheiros e estudantes. São Paulo: EDUSP, 1979.

BOGDAN, R.; BIKLEN,S. Características da investigação qualitativa. In: Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos (pp. 47-51). Porto: Porto Editora, 1994.

BRANDI, A. T.; GURGEL, C. M. Alfabetização científica e o processo de ler e escrever em séries iniciais: emergências de um estudo de investigação-ação. Ciência & Educação, v. 8, n. 1, p. 113-125, 2002.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Educação é a Base. Brasília, MEC/CONSED/UNDIME, 2017.

AUTOR 2, 2016.

AUTOR 2, XXXXX, XXXXXX, 2020 .

CARVALHO, A.M.P. O ensino de Ciências e a proposição de sequências de ensino investigativas. In: CARVALHO, A. M. P. (org.). Ensino de Ciências por investigação: condições para implementação em sala de aula. São Paulo: Cengage Learning, 2013, cap. I.

CARVALHO, A. M. P. Fundamentos Teóricos e Metodológicos do Ensino por Investigação. Revista Brasileira De Pesquisa Em Educação Em Ciências, 18(3), 765-794, 2018. https://doi.org/10.28976/1984-2686rbpec2018183765

CARVALHO, A. M. P., OLIVEIRA, C., SASSERON, L. H. SEDANO, L. & BATISTONI, M. Ciências 3º ano. Coleção Investigar e Aprender. São Paulo: Sarandi. 2 ed., 2015.

DENG, Y.; KELLY, G. J.; DENG, Y. The influences of integrating reading, peer evaluation, and discussion on undergraduate students’ scientific writing, International Journal of Science Education, v. 41, n. 10, p. 1408-1433, 2019. Doi: 10.1080/09500693.2019.1610811

FANG, ZHIHUI. (2004). Scientific Literacy: A Systemic Functional Linguistics Perspective. Science Education, 89, 335-347. Doi: 10.1002/sce.20050

GIL-PÉREZ, D.; MACEDO, B.; VILCHES, A.; MARTÍNEZ TORREGROSA, J. ; SIFREDO, C. Y.; VALDÉS, P. ¿Cómo promover el interés por la cultura científica? Una propuesta didáctica fundamentada para la educación científica de jóvenes de 15 a 18 años. OREALC/UNESCO. Santiago, Chile, 2005.

GIRALDI, P. M. Leitura e escrita no ensino de ciências: espaços para produção de autoria. (Tese de Doutorado). Programa de pós-graduação em educação científica e tecnológica da Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2010.

GIRÃO, L. N., SIQUEIRA, A., & LIMA, I. P. A prática de leitura no ensino de química por meio de oficinas pedagógicas. IN: XVI ENDIPE - Encontro Nacional de Didática e Práticas de Ensino, Campinas, Anais [...]. São Paulo: Campinas, 2012, p.3231.

GLEN, N. J., & DOTGER, S. Writing like a scientist: exploring elementary teachers’ understandings and practices of writing in science. Journal of Science Teacher Education, v. 24, p. 957-976, 2013. Doi: 10.1007/s10972-013-9348-x

GLYNN, S. M., & MUTH, D. Reading and Writing to Learn Science: Achieving Scientific Literacy. Journal of research in science teaching, v. 31, n.9. p. 1057-1073, 1994.

HUERTA, M.; GARZA, T. Writing in Science: Why, How, and for Whom? A Systematic Literature Review of 20 Years of Intervention Research (1996–2016). Educational Psychology Review. N. 31, p. 533-570, 2019.

KRASILCHIK, M. & MARANDINO, M. Ensino de Ciências e Cidadania. 2. ed. São Paulo: Editora Moderna, 2007.

JUNIOR, W. E. F. Estratégias de leitura e educação química: que relações? Química Nova Na Escola. v. 32, n. 4, p. 220-226, 2010.

MASSI, L.; MAZZEU, F. J. C.; CARNIO, M. P. A Problematização e a Instrumentalização na Formação do Pedagogo para o Ensino de Ciências da Natureza. Debates em Educação, v. 12, n. 27, Maio/Ago, 2020. Doi: http://dx.doi.org/10.28998/2175-6600.2020v12n27p22-37

National Research Council. A Framework for K-12 Science Education: Practices, Crosscutting Concepts, and Core Ideas. Washington, DC: The National Academies Press, 2012. https://doi.org/10.17226/13165.

NIGRO, R. G. Textos e leitura na educação em Ciências: contribuições para a alfabetização científica em seu sentido mais fundamental. (Tese de Doutorado). Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.

NORRIS, S.P. e PHILLIPS, L. M. How Literacy in Its Fundamental Sense is Central to Scientific Literacy, Science Education, v.87, n.2, p. 224-240, 2003

OLIVEIRA, C. M. A.; CARVALHO, A. M. P. Escrevendo em aulas de ciências. Ciência & Educação, v. 11, n.3, p. 347-366, 2005.

ROSA, C. W; ROSA, A, B. O ensino de ciências (Física) no Brasil: da história às novas orientações educacionais. Revista Iberoamericana de Educación. n. 58, v. 2. 2012.

SASSERON, L. H. Alfabetização científica, ensino por investigação e argumentação: relações entre ciências da natureza e escola. Ensaio: pesquisa em educação em ciências, Belo Horizonte, v. 17. n. esp., p. 49-67, nov. 2015.

SASSERON, L. H.; Carvalho, A.M. P. Alfabetização científica uma revisão bibliográfica. Investigações em Ensino de Ciências, v. 16, n.1, p.59-77, 2011

AUTOR 3, 2010.

AUTOR 3, XXX, XXX, 2019

SOARES, M. Alfabetização e letramento: caderno do professor. Belo Horizonte: Ceale/FaE/UFMG, 2005.

SOUZA, S. C.; ALMEIDA, M. J. P. M. Escrita no Ensino de Ciências: autores do Ensino Fundamental. Ciência & Educação, v. 11, n. 3, p. 367-382, 2005

SCARPA, D. L., & TRIVELATO, S. L. F. Características linguísticas e argumentativas de artigos científicos que participaram da construção do paradigma do DNA como portador das informações hereditárias. In: IX Encontro Nacional de Pesquisa em Educação e Ciências, São Paulo, Anais [...], 2013. Águas de Lindóia, SP. P. 813

TEIXEIRA, F. M. Alfabetização científica: questões para reflexão. Ciência e Educação, v.19, n.4, p. 795-809, Bauru, 2013.

TEIXEIRA, P. M.; MEGID NETO, J. Uma proposta de tipologia para pesquisa de natureza interventiva. Bauru: Ciência e Educação, v. 23, n. 4, p. 1055-1076, 2017.

YORE, L. D., HAND, B. M., & PRAIN, V. Scientists as Writers. Wiley Periodicals: Science Education. v. 86, n. 5, p. 672-692, 2002. Doi: https://doi.org/10.1002/sce.10042

Downloads

Publicado

2022-08-31

Como Citar

ALMEIDA, Keici; BRICCIA, Viviane; SEDANO, Luciana. Escrita científica e ensino por investigação em ciências: análise de textos do ensino fundamental. Debates em Educação, [S. l.], v. 14, n. 35, p. 434–456, 2022. DOI: 10.28998/2175-6600.2022v14n35p434-456. Disponível em: https://seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/10629. Acesso em: 14 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.