Estágio de docência no Ensino Superior

avaliação de estagiários

Autores

  • Ruhama Ariella Sabião Batista Universidade Estadual de Ponta Grossa
  • Mary Ângela Teixeira Brandalise Universidade Estadual de Ponta Grossa

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2023v15n37p1-24.e14202

Palavras-chave:

Estágio de Docência, Ensino Superior, Pós-graduação, Formação docente

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar a avaliação do estágio de docência no Ensino Superior realizada por estagiários bolsistas de um programa de Pós-graduação em Educação. A pesquisa se caracteriza como qualitativa, em que os dados foram coletados por meio de análise documental e questionário online, analisado a partir das etapas da Análise Textual Discursiva (ATD). Os dados demonstraram a potencialidade do estágio de docência enquanto parte integrante da formação do pós-graduando, que tem a docência no Ensino Superior como possibilidade profissional. Contudo, também apresentou desafios para a sua consolidação no âmbito da Pós-graduação stricto sensu.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ruhama Ariella Sabião Batista, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Doutoranda em Educação pela Universidade Estadual de Ponta Grossa

Referências

ANDRÉ, Marli. Estudo de caso em pesquisa e avaliação educacional. 3. ed. Brasília: Líber Livros, 2008.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 05 de outubro de 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 29 set. 2022.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 20 de dezembro de 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 29 set. 2022.

BRASIL. Portaria nº 52, de 26 setembro de 2002. Diário Oficial da União, 26 de setembro de 2022. Disponível em: https://www.gov.br/capes/pt-br/centrais-de-conteudo/portaria-52-regulamento-ds-pdf. Acesso em: 19 set. 2022.

BRASIL. Portaria nº 76, de 14 de abril de 2010. Diário Oficial da União, 14 de abril de 2010. Disponível em: https://www.gov.br/esg/pt-br/pesquisa-e-pos-graduacao/mestrado/area-do-aluno/bolsa-demanda-social-2020/portaria-no-76-de-14-de-abril-de-2010.pdf/view. Acesso em: 29 set. 2022.

BRASIL. Resolução nº 7, de 11 de dezembro de 2017. Estabelece normas para o funcionamento de cursos de pós-graduação stricto sensu. Ministério da Educação -Conselho Nacional de Educação, Brasília, 11 de dezembro de 2017. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/docman/dezembro-2017-pdf/78281-rces007-17-pdf/file. Acesso em: 19 set. 2022.

GATTI, Bernadete Angelina. Perspectivas da formação de professores para o magistério na educação básica: a relação teoria e prática e o lugar das práticas. Revista FAEEBA –

Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 29, n. 57, p. 15-28, jan./mar. 2020.

Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/faeeba/article/view/8265. Acesso em: 29

set. 2022.

GHEDIN, Evandro; OLIVEIRA, Elisangela Silva de; ALMEIDA, Whasgthon Aguiar de.

Estágio com pesquisa. São Paulo: Cortez, 2015.

LÜDKE, Menga; ANDRÉ, Marli. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MAGALHÃES, Rita de Cássia Barbosa et al. Formação docente na pós-graduação stricto sensu: experiências na Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Revista Brasileira de Pós-Graduação, Brasília, v. 13, n. 31, 17 fev. 2017. Disponível em: http://ojs.rbpg.capes.gov.br/index.php/rbpg/article/view/1251. Acesso em: 19 set. 2022.

MOITA, Filomena Maria Gonçalves da Silva Cordeiro; ANDRADE, Fernando Cézar Bezerra de. A indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão: o caso do estágio de docência na pós-graduação. Olhar de professor, Ponta Grossa, v. 8, n. 2, p. 77-92, 2005. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/olhardeprofessor/article/download/1441/1086/4401. Acesso em: 19 set. 2022.

MORAES, Roque; GALIAZZI, Maria do Carmo. Análise Textual Discursiva. 2. ed. Ijuí; Unijuí, 2007.

PIMENTA, Selma Garrido; LIMA, Maria Socorro. Estágio e docência: diferentes concepções. Revista Poíesis, Catalão, v. 3, n. 3/4, p. 5-24, 2006. Disponível em: https://revistas.ufg.br/poiesis/article/view/10542. Acesso em: 29 set. 2022.

RIBEIRO, Gabriela Machado; ZANCHET, Beatriz Maria Boessio Atrib. Estágio de docência: possibilidades e limites na formação de professores universitários. Currículo sem Fronteiras, v. 15, n. 2, p. 508-526, mai./ago., 2015. Disponível em: https://www.curriculosemfronteiras.org/vol15iss2articles/ribeiro-zanchet.pdf. Acesso em: 19 set. 2022.

SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. São Paulo: Cortez, 2013. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/5562413/mod_resource/content/1/

Metodologia-Do-Trabalho-Cientifico-23%C2%AA-Edicao-Severino-EBOOK-Escolhido.pdf. Acesso em: 10 mai. 2022.

SOARES, Sandra Regina; CUNHA, Maria Isabel da. Formação do professor: a docência universitária em busca de legitimidade. Salvador: EDUFBA, 2010.

SOUZA, Gahelyka Aghta Pantano. O estágio da docência na pós-graduação: relatos de uma professora do magistério superior. Scientia Naturalis, Rio Branco, v. 1, n. 5, p. 140-147, 2019. DOI: https://doi.org/10.30691/relus.v4i2.2307.

SOUZA, Júlia Graciela de; JUNQUEIRA, Mariana Lopes; HEINZLE, Marcia Regina Selpa. Percepções atribuídas ao estágio de docência no Ensino Superior. Interfaces Científicas, Aracaju, v.10, n. 3, p. 106-118, 2021. DOI: 10.17564/2316-3828.2021v10n3p106-118

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA. Resolução CEPE nº 021, de 19 de julho de 2016. Aprova regulamento do estágio de docência de discentes dos cursos de pós-graduação stricto sensu, da UEPG. Ponta Grossa, 19 de julho de 2016. Disponível em: https://www2.uepg.br/ppge/wp-content/uploads/sites/28/2019/07/Resol-CEPE-021-2016-Regulamento-do-Estagio-de-Docencia-de-Discentes-dos-Cursos-PPG-Stricto-Sensu.pdf. Acesso e: 20 set. 2022.

VERHINE, Robert Evan; DANTAS, Lys Maria Vinhaes. Estágio de docência: conciliando o desenvolvimento da tese com a prática em sala de aula. Revista Brasileira de Pós-Graduação, Brasília, v. 4, n. 8, p. 171-191, dezembro de 2007. Disponível em: https://rbpg.capes.gov.br/index.php/rbpg/article/view/128. Acesso em: 19 set. 2022.

Downloads

Publicado

2023-02-02

Como Citar

BATISTA, Ruhama Ariella Sabião; TEIXEIRA BRANDALISE, Mary Ângela. Estágio de docência no Ensino Superior: avaliação de estagiários. Debates em Educação, [S. l.], v. 15, n. 37, p. 1–24.e14202, 2023. DOI: 10.28998/2175-6600.2023v15n37p1-24.e14202. Disponível em: https://seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/14202. Acesso em: 21 jun. 2024.

Edição

Seção

Dossiê: O estágio de docência nos programas de pós-graduação stricto sensu

Artigos Semelhantes

<< < 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.