Carta para Paulo Freire

Morgana Barbosa Gomes

Resumo


Nesta carta, estabelecemos um diálogo teórico com o educador popular brasileiro Paulo Freire, relacionando os nossos estudos acerca do silêncio na arte  com o silênciamento cultural no Brasil, e experimentando a cartografia epistolar como epistemologia e metodologia de Pesquisa Performativa.

Palavras-chave


silêncio;arte;cultura

Texto completo:

PDF

Referências


FREIRE, Paulo. A sociedade brasileira em transição e Sociedade Fechada e Inexperiência democrática. In: Educação como prática da liberdade. Paz e Terra. Rio de Janeiro: 1999.

___________. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. Paz e Terra. Rio de Janeiro: 2002.

___________. Cartas à Guiné-Bissau: registros de uma experiência em processo. Paz e Terra. Rio de Janeiro: 1978.

__________. Cartas a Cristina: Reflexiones sobre mi vida Y mi trabajo. Paz e terra. Rio de Janeiro: 2008.

_________. Professora sim, tia não: cartas a quem ousa ensinar. Olhos d’água. São Paulo: 1997.

SONTAG, Susan. A estética do silêncio. In: A vontade radical. Schwarcz. São Paulo: 1987.

KONDER, Leandro. Para ler cartas. In: As artes da palavra: elementos para uma poética marxista. Bitempo Editorial. São Paulo: 2005.

GOETHE, SHILLER. Correspondências. Org. Cavalcante C. Hedra. São paulo: 2010.

GODARD. Jean-Luc. Je Vous Salue, Saravejo. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=ItEHvYi8KZI. Acessado em 20 de Março de 2016.

BORDIEU, Pierre; DARBEL, Alain. Apresentação e O ar do tempo. In: O amor pela arte. EDUSP. São paulo: 2003.

HILST, Hilda. Roteiro do Silêncio. Editora Anhambi S.A. São Paulo: 1959.

LUFT, Lya. O Silêncio dos amantes. Ed. Record. Rio de Janeiro: 2008.

LISPECTOR, Clarice. Silêncio. Disponível em http://claricelispector.blogspot.com/2007/12/silncio.html, acessado em 04 de fevereiro de 2019.




DOI: https://doi.org/10.28998/2175-6600.2019v11n25p385-391

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

_________________________________________________________________________________________________________________________

CONTATO:

E-mail: debatesemeducacao@gmail.com

Universidade Federal de Alagoas – UFAL
Centro de Educação – CEDU
Programa de Pós-graduação em Educação – PPGE
Campus A. C. Simões
Av. Lourival Melo Mota, s/n - Tabuleiro do Martins
57072-900 - Maceió - AL, Brasil.
Telefone: +55 82 3214 1196
Link: http://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/

ISSN ELETRÔNICO: 2175-6600

DOI (Digital Object Identifier - Identificador de Objeto Digital)

Em 14 de dezembro de 2017, a Revista Debates em Educação passou a atribuir o DOI às suas publicações, padrão para identificação de documentos em redes digitais. 

Prefixo: 10.28998/2175-6600

QUALIS/CAPES (2013 - 2016):

– Ensino B1
– Interdisciplinar B4
– Letras / Linguística B4
– Psicologia B4
– Comunicação e Informação B4
– Sociologia B4
– Educação B5

PERIODICIDADE – QUADRIMESTRAL

De 2009 a 2016, a periodicidade da Revista Debates em Educação era semestral. A partir de 2017, a revista se tornou quadrimestral, de acordo com as datas abaixo:

– Primeiro quadrimestre: jan./abr. - limite para publicar a edição 30 abril.
– Segundo quadrimestre: maio/ago. - limite para publicar a edição 31 agosto.
– Terceiro quadrimestre: set./dez. - limite para publicar a edição 31 dezembro.

Os dizeres acima dizem respeito somente à data de publicação da edição e não ao envio de artigos.

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

________________________________________________________________________________________________________________________

A Revista Debates em Educação foi contemplada com o Edital Fapeal Nº 5/2016 Apoio à Editoração e Publicação de Periódicos Científicos e com o Edital Fapeal Nº 9/2018 Apoio à Editoração e Publicação de Periódicos Científicos.

________________________________________________________________________________________________________________________

A Revista Debates em Educação está indexada nas seguintes bases científicas.

 

. Open Journal Systems (OJS);

. Portal de Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES);

. Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal (Latindex);

. Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades (CLASE);

. Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras (Diadorim);

. Directory of Open Access Journals (DOAJ);

Indice de Revistas de Educación Superior e Investigación Educativa (IRESIE);

European Reference Index for the Humanities (ERIH);

. Google Scholar;

. Clasificación Integrada de Revistas Científicas (CIRC);

. Periódicos de livre acesso (LivRe);

. Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Cientifico (REDIB);

. Sumários de Revistas Brasileiras (Sumários.org);

. Journals for Free (J4F);

. Information Matrix for the Analysis of Journals (MIAR);

. Directory of Research Journals Indexing (DRJI);

. Elektronische Zeitschriftenbibliothek (EZB);

. Bielefeld Academic Search Engine (BASE);

. World Catalog (WorldCat);

Finna | Satakunta University of Applied Sciences Library;

. CiteFactor;

International Institute of Organized Research (I2OR).

 

                 

_________________________________________________________________________________________________________________________

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.