A ausência do corpo na escola

um olhar sobre a corporeidade dos estudantes

Autores

  • Vanderlei Carbonara Universidade de Caxias do Sul (UCS)
  • Amanda Khalil Suleiman Zucco Universidade de Caxias do Sul (UCS) https://orcid.org/0000-0003-2990-6642

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2023v15n37pe14077

Palavras-chave:

Ausência do Corpo, Sujeito corpóreo, Formação, Merleau-Ponty

Resumo

O artigo nasce da suspeita de que muitas das práticas educativas escolares ocorrem com um pressuposto tácito da ausência corporal dos educandos. Isso porque, não raras vezes no contexto escolar, o corpo sofre adequações que o distanciam de si, limitando-o a material para realizar ações predeterminadas. Atento às implicações dessa ausência do corpo, e propondo referenciais para avançar nessa reflexão, este estudo explora elementos do percurso fenomenológico de Merleau-Ponty sobre o sujeito corpóreo. Para tanto, analisa-se o conceito de corporeidade a fim de refletir sobre a ausência corporal dos estudantes instituída em algumas práticas corporais na escola. É nesse itinerário argumentativo que se sustenta um deslocamento de concepção em relação ao sujeito que é designado pela escola como aluno: de um sujeito que está ausente de corpo a um sujeito corpóreo; de alguém que aprende à revelia de sua corporeidade a um sujeito que experiencia a aprendizagem como corpo próprio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vanderlei Carbonara, Universidade de Caxias do Sul (UCS)

Doutor em Educação. Professor do corpo docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação e colaborador do Programa de Pós-Graduação em Educação em Filosofia da Universidade de Caxias do Sul (UCS).

https://orcid.org/0000-0002-0752-1189

https://lattes.cnpq.br/0437585440783626

Amanda Khalil Suleiman Zucco, Universidade de Caxias do Sul (UCS)

Doutoranda em Educação pela Universidade de Caxias do Sul (UCS). Mestre em Educação, Licenciada em Educação Fisica e Tecnóloga em Dança pela mesma instituição.

CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/0437585440783626

Referências

AZEVEDO, Denis de Souza; CAMINHA, Iraquitan de Oliveira. Ser no mundo, mundo vivido e corpo próprio segundo Merleau-Ponty. Dialektiké: Dossiê Filosofia do Corpo, Natal, v. 1, n. 1, p. 15-37, jun. 2015. Disponível em: http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/dialektike/article/view/3009. Acesso em: 8 de jan. 2021.

BARBOSA, Maria Raquel; MATOS, Paula Mena; COSTA, Maria Emília. Um olhar sobre o corpo: o corpo ontem e hoje. Psicologia e Sociedade. v. 23, n. 1, p. 24-34, 2011. Disponível em: https://www.scielo.br/j/psoc/a/WstTrSKFNy7tzvSyMpqfWjz/abstract/?lang=pt. Acesso em: 5 de jan. 2021.

CANTO-SPERBER, Monique. Dicionário de ética e filosofia moral. São Leopoldo: Universidade do Vale do Rio dos Sinos, 2003.

DAOLIO, Jocimar. Os significados do corpo na cultura e as implicações para a Educação Física. Movimento, Porto Alegre, v.2, n.2, 1995. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/Movimento/article/view/2184. Acesso em:

DESCARTES, René. Discurso do método. Trad. Maria Ermantina de Almeida Galvão. 4.ed. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2009.

FRANCO, Marcel Alves, SANTOS, Luiz Anselmo Menezes; CAMINHA, Iraquitan de Oliveira. Subjetividade, corpo e intercorporeidade a partir da fenomenologia de Merleau-Ponty. Revista Holos, Rio Grande do Norte, Ano 36, v.8, 2020. Disponível em: http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article/view/9620. Acesso em: 10 de jan. 2021.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir: nascimento da prisão. Trad. Raquel Ramalhete. 36.ed. Petrópolis: Vozes, 2009.

GRUNENNVALDT, José Tarcísio; SURDI, Aguinaldo César; PEREIRA, Danieli Alves; KUNZ, Elenor. Expressividade, corporeidade e a fenomenologia: quando o corpo-sujeito entra em cena. Atos de pesquisa em educação, v. 7, n. 2, p. 380-403, 2012. Disponível em: https://proxy.furb.br/ojs/index.php/atosdepesquisa/article/view/3155. Acesso em: 10 de jan. 2021.

HABERMAS, Jürgen. O discurso filosófico da modernidade. Trad. Luiz Sérgio Repa e Rodnei Nascimento. São Paulo: Martins Fonte, 2000.

HERMANN, Nadja. Ética e estética: a relação quase esquecida. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2005.

KANT, Immanuel. Sobre a pedagogia. Trad. Francisco Cock Fontanella. 3.ed. Piracicaba: UNIMEP, 2002.

MACHADO, Bernadete Franco Grilo. A visão e Corporeidade em Merleau-Ponty. Argumentos - Revista de Filosofia, Fortaleza, ano 2, n°. 3, 2010.

MATOS, Manuel. Jovens, alunos, ensino secundário: um mundo crescente de contradições. Educação, Sociedade e Culturas, Porto, n. 27, p.15-26, 2008. Disponível em: https://www.fpce.up.pt/ciie/?q=publication/revista-educa%C3%A7%C3%A3o-sociedade-culturas/edition/educa%C3%A7%C3%A3o-sociedade-culturas-27. Acesso em: 15 jan. 2021.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da Percepção. Trad. Carlos Alberto Ribeiro de Moura. 2. Ed. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

MERLEAU-PONTY, Maurice. A estrutura do comportamento. Tradução Márcia Valeria Martinez de Aguiar. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

NIETZSCHE, Friedrich. O nascimento da tragédia ou helenismo e pessimismo. Tradução de J. Guinsburg. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

NÓBREGA, Terezinha Petrucia. Corpo, percepção e conhecimento em Merleau-Ponty. Estudos de Psicologia, v.13, n.2, p.141-148, 2008.

NÓBREGA, Terezinha Petrucia. Corporeidades: inspirações Merleau-Pontianas. Natal: IFRN, 2016.

SANTIN, Silvino. O corpo simplesmente corpo. Revista Movimento, Porto Alegre, v. 7, n. 15, p. 57-74, 2001. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/Movimento/article/view/2623. Acesso em 15 jan. 2021.

SANTIN, Silvino. Educação física: uma abordagem filosófica da corporeidade. 2.ed. rev. Ijuí: Ed. Unijuí, 2003.

STRAZZACAPPA, Márcia. A educação e a fábrica de corpos: a dança na escola. Cad. CEDES [online], vol. 21, n. 53, p. 69-83, 2001. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ccedes/a/jG6yTFZZPTB63fMDKbsmKKv/abstract/?lang=pt. Acesso em: 15 de jan. 2021.

Downloads

Publicado

2023-03-25

Como Citar

CARBONARA, Vanderlei; ZUCCO, Amanda Khalil Suleiman. A ausência do corpo na escola: um olhar sobre a corporeidade dos estudantes. Debates em Educação, [S. l.], v. 15, n. 37, p. e14077, 2023. DOI: 10.28998/2175-6600.2023v15n37pe14077. Disponível em: https://seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/14077. Acesso em: 23 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.