Uma análise do leitor presumido em rótulos de embalagens de produtos capilares

Autores

  • Felipe Augusto de Sousa Sobrinho Secretaria da Educação do Estado do Ceará
  • Maria Eliana Ferreira Fernandes Prefeitura Municipal de Teresina (SEMEC)

DOI:

https://doi.org/10.28998/2317-9945.2020v0n66p130-145

Palavras-chave:

Estudos Retóricos de Gêneros. Leitor Presumido. Gênero rótulos de embalagens

Resumo

Ao se comunicar, o usuário da língua constrói o seu dizer guiado por um objetivo e visando o seu interlocutor. Assim, o leitor presumido é um fenômeno considerado como condição necessária para que um texto seja desenvolvido. Baseado nos estudos de base sociorretórica, objetivamos analisar a construção do leitor presumido em rótulos de embalagens de produtos capilares. Para tanto, nos apoiaremos em Bazerman (2006), Miller (2009 [1984]), Koch (2016), Bakhtin (2003 [1979]; 2006) e Souza (2008). Esta pesquisa possui um corpus composto por dois rótulos de embalagens de produtos para cabelos cacheados e, para uma melhor compreensão do contexto histórico, cultural e social desse gênero, apoia-se ainda em alguns dados do Dossiê BrandLab: A Revolução dos Cachos e do Caderno de tendências 2019–2020 da ABIHPEC e SEBRAE, coletados na internet. As análises revelam que o leitor presumido dos rótulos de embalagens de produtos para cabelos cacheados produzidos no contexto contemporâneo, em sua grande maioria, faz parte de um público feminino jovem que está conectado à internet e às redes sociais e é tratado com intimidade pelo produtor do texto. Concluímos que esse gênero se configura como registros históricos de valores culturais e ideológicos da contemporaneidade, perceptíveis na dinâmica locutor/interlocutor.

 

Biografia do Autor

Felipe Augusto de Sousa Sobrinho, Secretaria da Educação do Estado do Ceará

Graduação em Letras - Língua Portuguesa pela Universidade Federal do Piauí (2013). Pós-Graduação Lato Sensu em Psicopedagogia Institucional e Clínica com Docência do Ensino Superior (2014). Pós-Graduação Lato Sensu em Língua Portuguesa e Literatura (2017). Mestre em Letras pela Universidade Estadual do Piauí (2020). Professor de Língua Portuguesa vinculado à Secretaria de Educação do Estado do Ceará.

Maria Eliana Ferreira Fernandes, Prefeitura Municipal de Teresina (SEMEC)

Possui graduação em Letras - Português pela Universidade Estadual do Piauí (2008). É especialista em Docência do Ensino Superior. Atualmente é professora de língua portuguesa da Prefeitura Municipal de Teresina. Mestre em Letras pelo Programa de Pós- Graduação em Letras da Universidade Estadual do Piauí, área de concentração: Linguagem e Cultura. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação.

Downloads

Publicado

12/12/2020

Como Citar

SOBRINHO, F. A. de S.; FERNANDES, M. E. F. Uma análise do leitor presumido em rótulos de embalagens de produtos capilares. Leitura, [S. l.], n. 66, p. 130–145, 2020. DOI: 10.28998/2317-9945.2020v0n66p130-145. Disponível em: https://seer.ufal.br/index.php/revistaleitura/article/view/10501. Acesso em: 5 jul. 2022.

Edição

Seção

Estudos Linguísticos