Estão roubando a nossa felicidade: percepções de jovens, estudantes de ensino médio, sobre viver num bairro popular

Lucelia de Moraes Braga Bassalo, Alessandra de Almeida Souza

Resumo


Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa acerca das restrições vivenciadas por jovens estudantes das camadas populares moradores de um bairro de Belém do Pará. A investigação inseriu-se em uma abordagem metodológica qualitativa com o enfoque na fenomenologia social de Alfred Schütz. Para a reunião de dados foi utilizado Grupos de Discussão e como técnica de análise, o Método Documentário. Dos resultados, emergiram sentidos que revelam os modos como os e as jovens estudantes percebem as dificuldades e a positividade em ser jovem de um bairro popular: restrições a liberdade, violência e preconceito, impacto da infraestrutura no acesso a escola e identificar qualidades eminentes. O resultado apontou para o delineamento do modelo de orientação coletiva, denominado dicotomia.

Palavras-chave


Juventude; Ensino Médio; Camadas Populares

Texto completo:

PDF

Referências


BASSALO, Lucélia de Moraes Braga; DAMASCO, Denise Gisele de Brito Damasco. Gestão Escolar e juventude: buscando entendimentos para uma educação cidadã. In: OLIVEIRA, Ivanilde A.; ALVES, José da C. A. Educação, Diversidade e inclusão sociocultural em diferentes contextos. Curitiba: CRV, 2016.

BOHNSACK, Ralf; WELLER, Wivian. O Método Documentário na análise de grupos de discussão.In: WELLER, Wivian; PFAFF, Nicolle (org). Metodologia de Pesquisa Qualitativa em Educação. 2a.ed.Petrópolis,Rj: Vozes, 2011

CAMACHO, Luiza Mitiko Yshiguro. A invisibilidade da juventude na vida escolar. Perspectiva, Florianópolis, v. 22, n. 02, p. 325-343, jul./dez. 2004

DAYRELL, Juarez: A escola faz juventudes? Reflexões em torno da socialização juvenil. Educação e Sociedade. Campinas, v 28, n.100, p.1105-1129, out. 2007.

FRIGOTTO, Gaudêncio. Expectativas juvenis e identidade do Ensino Médio. In: Juventude e escolarização: os sentidos do Ensino Médio. Salto para o futuro, Ano XIX, boletim 18, p. 16-23, nov. 2009.

HAGE, Salomão Mufarrej. Por uma escola do campo de qualidade social: transgredindo o paradigma (multi)seriado de ensino. Em Aberto, Brasília, v. 24, n. 85, p. 97-113, abr/ 2011.

JESUS, Maria Cristina Pinto de et al. A fenomenologia social de Alfred Schütz e sua contribuição para a enfermagem. Revista esc. Enfermagem. USP [online], vol 47,n.3, PP.736741,2013.

MARGULIS, Mario. Juventud: una aproximación conceptual. In: BURAK, Solum Donas (comp). Adolescencia y juventud en América Latina. Cartago: Libro Universitario Regional, 2001

MANNHEIM, Karl. El problema de las generaciones. Revista española de investigaciones sociológicas. Madri, Espanha, nº 62, p.193-245, 1993.

NUNES, Perreira Brasilmar; WELLER, Wivian: A juventude no contexto contemporâneo. Estudos de Sociologia. Revista do Programa de pós-graduação em Sociologia da UFPE, Recife, v.9, n. 2, p. 43-57, 2014.

WELLER, Wivian. A contribuição de Karl Mannheim para a pesquisa qualitativa: aspectos teóricos e metodológicos. Sociologias, Porto Alegre, ano 7, nº 13, p.260-300, jan/jun 2005.

WELLER, Wivian. Grupos de discussão na pesquisa com adolescentes e jovens: aportes teórico-metodológicos e análise de uma experiência com o método. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 32, p. 241-260, maio/ago 2006.




DOI: https://doi.org/10.28998/2175-6600.2020v12n27p410-426

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

_________________________________________________________________________________________________________________________

CONTATO:

E-mail: debatesemeducacao@gmail.com

Universidade Federal de Alagoas – UFAL
Centro de Educação – CEDU
Programa de Pós-graduação em Educação – PPGE
Campus A. C. Simões
Av. Lourival Melo Mota, s/n - Tabuleiro do Martins
57072-900 - Maceió - AL, Brasil.
Telefone: +55 82 3214 1196
Link: http://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/

ISSN ELETRÔNICO: 2175-6600

DOI (Digital Object Identifier - Identificador de Objeto Digital)

Em 14 de dezembro de 2017, a Revista Debates em Educação passou a atribuir o DOI às suas publicações, padrão para identificação de documentos em redes digitais. 

Prefixo: 10.28998/2175-6600

QUALIS/CAPES (2013 - 2016):

– Ensino B1
– Interdisciplinar B4
– Letras / Linguística B4
– Psicologia B4
– Comunicação e Informação B4
– Sociologia B4
– Educação B5

PERIODICIDADE – QUADRIMESTRAL

De 2009 a 2016, a periodicidade da Revista Debates em Educação era semestral. A partir de 2017, a revista se tornou quadrimestral, de acordo com as datas abaixo:

– Primeiro quadrimestre: jan./abr. - limite para publicar a edição 30 abril.
– Segundo quadrimestre: maio/ago. - limite para publicar a edição 31 agosto.
– Terceiro quadrimestre: set./dez. - limite para publicar a edição 31 dezembro.

Os dizeres acima dizem respeito somente à data de publicação da edição e não ao envio de artigos.

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

________________________________________________________________________________________________________________________

A Revista Debates em Educação foi contemplada com o Edital Fapeal Nº 5/2016 Apoio à Editoração e Publicação de Periódicos Científicos e com o Edital Fapeal Nº 9/2018 Apoio à Editoração e Publicação de Periódicos Científicos.

________________________________________________________________________________________________________________________

A Revista Debates em Educação está indexada nas seguintes bases científicas.

 

. Open Journal Systems (OJS);

. Portal de Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES);

. Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal (Latindex);

. Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades (CLASE);

. Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras (Diadorim);

. Directory of Open Access Journals (DOAJ);

Indice de Revistas de Educación Superior e Investigación Educativa (IRESIE);

European Reference Index for the Humanities (ERIH);

. Google Scholar;

. Clasificación Integrada de Revistas Científicas (CIRC);

. Periódicos de livre acesso (LivRe);

. Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Cientifico (REDIB);

. Sumários de Revistas Brasileiras (Sumários.org);

. Journals for Free (J4F);

. Information Matrix for the Analysis of Journals (MIAR);

. Directory of Research Journals Indexing (DRJI);

. Elektronische Zeitschriftenbibliothek (EZB);

. Bielefeld Academic Search Engine (BASE);

. World Catalog (WorldCat);

Finna | Satakunta University of Applied Sciences Library;

. CiteFactor;

International Institute of Organized Research (I2OR).

 

                 

_________________________________________________________________________________________________________________________

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.